Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Alimentos que devem ser evitados após clareamento dental

    Alimentos que devem ser evitados após clareamento dental

    O alimento que pode manchar uma camiseta branca, também pode manchar seus dentes.

    Este conselho útil deve ajudar a orientar suas decisões sobre o que comer e beber nas próximas 48 horas após o clareamento dental.

    Como vários estudos e observações mostram, os alimentos e bebidas que consumimos podem ter um efeito significativo na cor de nossos dentes em geral.

    No entanto, se você acabou de clarear os dentes, eles estão em um nível ainda mais alto de suscetibilidade a manchas.

    É por isso que uma dieta pouco pigmentada é recomendada para qualquer pessoa que acabou de se submeter ao procedimento.

    Estrutura dos dentes

    Não precisamos entrar em muitos detalhes, mas ajuda a contextualizar as coisas se você entender a estrutura básica de um dente.


    O dente é, basicamente, formado de três partes: 
    Raiz — parte do dente presa aos ossos da face (maxilas e mandíbulas). Coroa — a parte branca visível do dente. Colo — a parte localizada entre a raiz e a coroa. 

    Como o clareamento dos dentes afeta apenas a coroa, a parte do dente visível, vamos nos concentrar apenas nesta seção.

    • Esmalte: esta é a camada superior do dente, portanto, a parte mais dura e forte. Naturalmente, a cor pode variar de um leve amarelado a um branco mais acinzentado, razão pela qual algumas pessoas podem ter dentes mais brancos do que outras.

    A função do esmalte é a de proteger a parte interna do dente, que contém nervos sensíveis.

    Se você consumir alimentos quentes, frios ou ácidos, o esmalte age como uma proteção contra ele e qualquer placa resultante.

    • Dentina: localizada logo abaixo do esmalte, a dentina cobre todo o dente, da coroa à raiz e se conecta aos nervos internos. Como uma segunda camada de suporte, sua estrutura elástica ajuda a evitar que o esmalte sofra fraturas enquanto se conecta ao resto do dente.

    No entanto, a dentina também é muito suscetível  às bactérias e cáries, por isso precisa ser protegida pelo esmalte e gengivas. Se o esmalte estiver corroído ou a gengiva recuar, a camada de dentina fica exposta. É por isso que as pessoas sentem dor e sensibilidade a certos alimentos, bebidas e temperaturas.

    Sua camada de proteção diminuiu e, em alguns casos, desapareceu completamente, o que significa que os nervos têm maior probabilidade de exposição e a consequente hipersensibilidade.

    Então, como funciona o clareamento e o que isso faz com os dentes?

    Os efeitos de curto prazo do clareamento dentário

    Embora você possa ter ouvido falar sobre os possíveis perigos do clareamento dental, estudos mostram que é seguro e de baixo risco se você consultar um dentista.

    Existem vários tratamentos diferentes disponíveis, mas se você foi recomendado para fazer uma dieta branca temporariamente, será pelos seguintes motivos:

    Exposição da dentina: o clareamento dental geralmente usa peróxido de hidrogênio para clarear as áreas manchadas, tornando-as mais brancas. Esse processo, no entanto, pode expor temporariamente a camada de dentina, causando um aumento na sensibilidade dos dentes. Como mencionado acima, a camada de dentina é muito suscetível `as bactérias e erosão, por isso é essencial saber quais alimentos evitar após um clareamento dental.

    Irritação gengival: O processo também pode causar irritação nos tecidos moles, o que pode ser desconfortável. Felizmente, em quase todos os casos, este é um efeito colateral temporário que desaparece um a três dias após o procedimento.

    Uma dieta branca ajuda principalmente a reduzir as manchas nos dentes durante esse período, mas também pode ajudar a minimizar o nível de desconforto que você sente nas gengivas.

    O que mancha seus dentes?

    Os três fatores que contribuem para o escurecimento dos dentes são cromógenos, taninos e ácidos. Eles são encontrados em muitos alimentos comuns e podem manchar o esmalte ou torná-lo mais fraco, permitindo que as manchas se instalem mais facilmente.

    Embora possa parecer extremamente difícil ficar sem alguns dos alimentos citados abaixo, lembre-se que é apenas por 48 horas após o tratamento. É um sacrifício pequeno e breve que ajudará a garantir que você tenha e preservem belos seus dentes brancos por mais tempo.

    A Dieta Branca

    Agora que você entende porque seus dentes têm a aparência e a sensação que têm, podemos explorar a lista de alimentos brancos abaixo para ver o que você pode comer e o que deve evitar.

    O que evitar

    Café — entendemos que pode ser difícil cortar totalmente. Se precisar de um pouco para passar o dia, adicione leite para ajudar a reduzir o efeito de manchas. Além disso, limite a quantidade que você bebe a não mais do que duas xícaras, pois estudos mostram que as manchas aumentam quanto mais xícaras você bebe.

    Chá — o chá escuro é pior para a cor dos dentes do que o café. Novamente, se você não pode lutar contra o desejo, siga o mesmo conselho acima.

    Vinho — a acidez e as cores escuras do vinho tinto o tornam uma bebida de alto risco. 

    Embora o vinho branco não possa manchar os dentes, a acidez enfraquece o esmalte, aumentando sua vulnerabilidade a outros alimentos que causam manchas.

    Bebidas gaseificadas — ácidas e cheias de corantes, evite totalmente essas bebidas, se possível.

    Sucos de frutas — evite essas bebidas devido a sua alta acidez.

    Condimentos escuros — molho de soja, vinagre balsâmico e até molho de tomate trazem riscos para sua cor e acidez.

    Frutas escuras — igual ao anterior, evite frutas como as amoras.

    Curry — se você viu como o curry mancha suas panelas e frigideiras, pense no que ele fará com seus dentes. 

    Definitivamente, evite esse alimento após o tratamento para sua segurança.

    Doces e Chocolate — pense na cor da sua língua após comer alguns doces. 

    Seus dentes correm o risco de manchar exatamente da mesma maneira.

    Fumo — ‘dentes de fumantes’ é uma expressão comum por um bom motivo. 

    É altamente recomendável evitar fumar após o procedimento, portanto, tente usar adesivos de nicotina e outros produtos para ajudá-lo a combater o desejo.

    O que está liberado

    Frango / Peru — saudável, de cor clara e sem ácido. 

    Frango ou peru são uma ótima carne para comer em geral e principalmente após o tratamento.

    Peixes — evite peixes mais escuros, mas peixes-brancos como o atum são bons.

    Arroz — é um acompanhamento perfeito para os alimentos acima.

    Macarrão — embora macarrão seja bom, apenas se certifique de evitar molhos que sejam coloridos como molho de tomate e pesto verde.

    Queijo Branco — lembre-se de não incluir vinho na refeição.

    Cebola — especificamente, cebola-branca. A cebola roxa contém um pouco de corante, por isso é melhor evitá-la.

    Clara de ovo — a gema, infelizmente, tem cor, por isso certifique-se de removê-la ao cozinhar o ovo.

    Batatas — recomendamos descascar a pele e comer apenas batatas simples de cor branca. Purê de batata também é absolutamente bom.

    Pão Branco — de preferência, você deve remover a crosta para estar no lado seguro.

    Bananas — são um ótimo alimento e apresenta pouco risco para a cor dos seus dentes.

    Iogurte — certifique-se de comer iogurte branco, pois o iogurte colorido pode contribuir para manchas.

    Mingau — fique à vontade para adicionar leite e desfrutar de uma deliciosa tigela. Se você gosta de açúcar, para proteger seus dentes na janela de 48 horas, recomendamos o uso de adoçante.

    Aproveite o seu sorriso

    Quando feito corretamente por profissionais, o clareamento dental é um processo de transformação incrível que pode aumentar sua autoconfiança.

    A dieta branca não é muito difícil de seguir e só é necessária nas primeiras 48 horas após o procedimento.

    Fonte: Which Foods and Drinks to Avoid after getting your Teeth Whitened

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Síndrome da Boca Ardente: nova esperança para o alívio

      Você sente uma sensação crônica de queimação na boca sem causa aparente? Nesse caso, você pode ser uma das muitas pessoas que sofrem...

      A Influência do DNA na Saúde Bucal

      Conheça o papel da genética sobre a saúde bucal. Será que apenas a genética pode garantir uma boa saúde dos dentes e gengivas?...

      Tártaro: o vilão silencioso da sua saúde bucal

      Dentes limpos não significam necessariamente dentes saudáveis. O tártaro, também conhecido como placa bacteriana, é uma camada pegajosa que se acumula nos dentes...

      Quando levar seu bebê no dentista pela primeira vez?

      A chegada do primeiro dentinho do bebê é um marco emocionante. Mas você sabia que esse momento também marca o início de uma...

      A Raiz do Mau Hálito: A Ciência Revela

      Ciência revela a origem do mau hálito e sua associação com as bactérias da flora bucal. Saiba como prevenir e tratar o mau...

      Dentes brancos: promessas da publicidade vs. realidade do tratamento

      Artigo destaca as diferenças entre as promessas dos cremes dentais clareadores e o clareamento dental profissional realizado por dentistas