Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Artigo recente destaca a conexão entre a perda de dentes e o maior risco para o desenvolvimento de depressão

    Perda de dentes e depressão. Qual a conexão?

    Perda de dentes não é apenas um revés físico — também pode ter um impacto surpreendente na saúde mental. Um novo estudo revelou uma ligação preocupante entre edentulismo (perda total ou parcial dos dentes) e depressão em adultos de meia-idade e mais velhos.

    Aqui no blog já destacamos em outro artigo a conexão entre a perda de dentes e outros problemas de saúde.
    Essa descoberta esclarece como aspectos aparentemente não relacionados da nossa saúde podem estar profundamente interligados e sublinha a importância dos cuidados holísticos (cuidados que abrangem o espectro global das necessidades de saúde), especialmente à medida que envelhecemos.

    O estudo

    O estudo, publicado no Journal of Oral Rehabilitation, observou que:

    Pessoas com edentulismo tinham mais probabilidade de apresentar sintomas depressivos do que aquelas com dentes saudáveis.

    Dificuldades de mastigação: um dos principais desafios associados à perda dentária, mediaram parcialmente a associação entre edentulismo e depressão. Isto significa que a dificuldade em mastigar os alimentos — uma frustração diária para muitos que têm dentes perdidos — contribuiu para sentimentos associados à depressão.

    Essa ligação era particularmente forte entre mulheres e moradores de áreas rurais.

    Por que a perda de dentes teria tanto impacto no humor?

    Os pesquisadores propõem várias explicações possíveis:

    • Isolamento social: O edentulismo pode afetar a autoconfiança e causar dificuldade para falar e sorrir, podendo fazer com que as pessoas se afastem de atividades e relacionamentos sociais.
    • Dor e desconforto: A dor crônica causada por problemas dentários pode afetar significativamente a qualidade de vida e o humor.
    • Deficiências nutricionais: A dificuldade de mastigar pode levar à ingestão inadequada de certos nutrientes, afetando a saúde mental.
    • Preocupações com a imagem corporal: A falta de dentes pode afetar a autopercepção e contribuir para sentimentos de vergonha ou baixa autoestima.

    Importantes conclusões do estudo

    • Exames odontológicos regulares e uma boa higiene bucal são essenciais para a saúde e o bem-estar geral.
    • Não ignore a perda dentária e seu impacto potencial na sua saúde mental.
    • Procure aconselhamento profissional e explore opções de substituição dentária para melhorar seu bem-estar físico e emocional.
    • A interação social e o apoio são cruciais para a saúde mental, especialmente para os adultos mais velhos.
    • Incentive as pessoas com edentulismo a manter conexões sociais e a procurar ajuda se estiverem lutando contra a depressão.

    Lembre-se de que perder dentes não significa perder necessariamente a esperança. Ao priorizar a saúde bucal e buscar apoio, podemos capacitar a nós mesmos e aos nossos entes queridos para desfrutar de uma vida saudável e plena, mesmo diante de desafios.

    Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

    Fonte: Chewing difficulties mediated association between edentulism and depressive symptoms among middle aged and older population

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Síndrome da Boca Ardente: nova esperança para o alívio

      Você sente uma sensação crônica de queimação na boca sem causa aparente? Nesse caso, você pode ser uma das muitas pessoas que sofrem...

      A Influência do DNA na Saúde Bucal

      Conheça o papel da genética sobre a saúde bucal. Será que apenas a genética pode garantir uma boa saúde dos dentes e gengivas?...

      Tártaro: o vilão silencioso da sua saúde bucal

      Dentes limpos não significam necessariamente dentes saudáveis. O tártaro, também conhecido como placa bacteriana, é uma camada pegajosa que se acumula nos dentes...

      Quando levar seu bebê no dentista pela primeira vez?

      A chegada do primeiro dentinho do bebê é um marco emocionante. Mas você sabia que esse momento também marca o início de uma...

      A Raiz do Mau Hálito: A Ciência Revela

      Ciência revela a origem do mau hálito e sua associação com as bactérias da flora bucal. Saiba como prevenir e tratar o mau...

      Dentes brancos: promessas da publicidade vs. realidade do tratamento

      Artigo destaca as diferenças entre as promessas dos cremes dentais clareadores e o clareamento dental profissional realizado por dentistas