Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Por que chupar o polegar pode ser prejudicial para a criança?

    Muitas mamães se perguntam: chupar o polegar pode fazer mal à criança?

    Durante a infância, é comum os bebês explorarem o mundo usando a boca.
    Esse é um instinto com o qual os bebês nascem.
    E todos os pais sabem o quanto estressante isso pode ser!
    O hábito de usar chupeta, polegar ou dedos é perfeitamente normal nos primeiros anos de vida , pois as crianças fazem isso para se sentirem calmas e tranquilas.

    Existem no mercado chupetas desenvolvidas para evitar problemas ortodônticos em crianças como já apresentamos em um post anterior aqui no blog Dentalis.

    No entanto, não é bom se o ato de chupar o polegar se prolongar além dos 5 anos .

    Isso porque pode ser um indício de problema no desenvolvimento emocional ou social de uma criança.
    Ajudar a criança a quebrar o hábito no momento certo é importante, caso contrário, isso pode ter alguns efeitos colaterais indesejados .

    Chupar o polegar – Possíveis efeitos colaterais

    Um dos principais benefícios associados ao hábito da criança de chupar o polegar é aquele é o de ajudar a adormecer e a dormir muito mais facilmente.

    No entanto, começar a quebrar o hábito antes dos dentes da criança começarem a se desenvolver é realmente importante.

    Caso esse hábito persista poderá vir a causar problemas no alinhamento dos dentes . Condição essa que pode tornar necessário trabalho odontológico no futuro.

    Crianças com hábito de chupar o polegar ou a chupeta depois de desenvolver todos os dentes de leite pode levar a infecções do ouvido médio que, em alguns casos, podem acabar necessitando de cirurgia .

    Outros efeitos colaterais de longo prazo ligados ao hábito de chupar o polegar são :

    • Desenvolvimento de má oclusão ou sobre mordida, ou trespasse vertical dos incisivos ;
    • Malformação ou sensibilidade do céu da boca ;
    • Efeito adverso no posicionamento da mandíbula que pode levar a um impedimento da fala ;
    • Maior chance de contaminação por bactérias ou patógenos prejudiciais ;
    • Problemas de pele, como unhas fracas ou deformadas ;
    • Questões sociais, como serem alvo de intimidação pelos colegas .

    Como acabar com o hábito de chupar o polegar

    Cerca de 30% das crianças na pré-escola ainda chupam o polegar .
    Os conselhos a seguir podem ajudá-lo a garantir que seu filho elimine o hábito em um momento saudável.

    O mais importante é mostrar apoio e encorajamento positivo à criança enquanto ela estiver parando .
    Isso ajudará a criança a construir e fortalecer a sua autoestima. E que, reduzirá a necessidade ou desejo de chupar o polegar para obtenção de conforto.

    Educar as crianças sobre os motivos para parar

    Seguir o caminho da punição ou recriminá-los continuamente pode causar estresse. E isso, os fará querer chupar ainda mais os polegares.

    eliminação de estressores em seu ambiente também ajudará a incentivá-los a parar.

    Educar a criança sobre os riscos e os possíveis efeitos a longo prazo de continuação do hábito deixará claro para a criança as razões pelas quais ela deve parar e, com sorte, ajudará a adiá-lo.

    Se a situação ainda não melhorar, existem outras possibilidades menos agradáveis que você pode adotar.
    Como, por exemplo, colocar meias nas mãos do seu filho enquanto ele dorme e usar fita adesiva para mantê-las no lugar.
    Outra possibilidade é o dentista prescrever um alimento com sabor amargo, e os pais colocarem a ponta da chupeta ou polegar, o que tornará muito desagradável para eles.

    Como tirar o hábito de uso da chupeta por sua criança

    Se o seu filho ainda estiver fazendo uso de chupeta aos 5 anos pode-se adotar ainda outro método.
    Pode-se ir reduzindo gradualmente o uso da chupeta ou furar um pedaço inteiro dela .
    Isso tornará a chupeta muito menos satisfatória para chupar. E, por consequência, reduzirá na criança seu desejo por ela.

    Resumindo

    Em resumo, há uma série de intervenções que você pode tentar.
    A ideia é começar primeiro com os métodos menos invasivos e mais suaves.
    Mas tenha certeza de que conseguirá encontrar pelo menos uma solução que funcione e, mesmo que seja desagradável no processo, valerá a pena no longo prazo.

    Siga a Dentalis no Instagram @ DentalisSoftware ,  no Face @ Dentalis.Software e no Twitter @ Dentalisnet

    Fonte: Pediatric Dentistry , Dentistry News

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Diabetes e doença gengival – a conexão

      Estudos recentes reforçam a constatação de que diabetes e doença periodontal, como periodontite, estão diretamente ligados.

      Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

      Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

      Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Saúde das Gengivas: cuidados essenciais

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Derrame e saúde bucal: conheça a ligação

      Derrame e saúde bucal estão diretamente relacionados, é o que nos revela um estudo científico recente. Cuidar da saúde bucal é imprescindível.

      Hipersensibilidade dental

      Hipersensibilidade dental: como prevenir e aliviar

      Conheça dicas práticas do que você pode fazer para prevenir e aliviar a desagradável hipersensibilidade dental