Porque o cuidado com os dentes é tão importante para os idosos

Victor Hugo Cardoso • jun 10, 2021

Cuidado com os dentes é fundamental na terceira idade

A ligação entre a saúde bucal e o bem-estar geral já foi plenamente estabelecida.

É importante ter isso em mente para pessoas de todas as idades, mas especialmente para adultos mais velhos.

Nós nos tornamos mais suscetíveis a vários problemas orais e odontológicos à medida que envelhecemos. Assim, manter práticas de higiene adequadas, como escovação regular e uso do fio dental, são fundamentais para garantia e manutenção da boa saúde.

Muitos adultos acabam deixando a sua saúde bucal em segundo plano, especialmente à medida que envelhecem. Porém, torna-se ainda mais importante continuar incentivando essa população a não esquecer dos cuidados com sua saúde bucal.

Problemas de saúde em potencial

A falta de atenção à saúde bucal pode, sem dúvida, levar a problemas focados na boca e nos dentes.

Ocorre que também pode acabar repercutindo em doenças mais disseminadas por todo o corpo.

Manter uma boa saúde bucal trará benefício para os dentes e a boca e evitará ou reduzirá o impacto de outras condições sistêmicas.

Razões significativas para focar na manutenção da higiene oral incluem a prevenção de cáries, perda de dentes, doenças gengivais, doenças cardíacas, diabetes, pneumonia e câncer bucal.

Quando a higiene bucal é negligenciada, não é apenas a saúde dos dentes e gengivas que sofre. Por exemplo, o risco de contrair pneumonia aumenta com a falta de uma boa higiene oral.

Como o ar deve passar pela boca para chegar aos pulmões, uma quantidade mais significativa de bactérias na boca aumenta as oportunidades de dessas bactérias entrarem nos pulmões e desencadearem uma infecção. 

A escovação regular e o uso do fio dental podem ajudar a reduzir o número de bactérias na boca e, assim, reduzir as chances de bactérias prejudiciais entrarem nos pulmões e ocasionar doenças.

Melhoria do atendimento

São muitos os problemas potenciais decorrentes da falta de atendimento odontológico de qualidade para idosos.

Dessa forma, colocar uma forte ênfase nos esforços e na ampliação e melhoria do atendimento a essa população é vital para qualquer prática odontológica.

Um dos principais obstáculos que os idosos enfrentam em relação ao recebimento de atendimento odontológico regular é não dispor de um consultório odontológico com o qual estejam familiarizados e com o, qual se sintam confortáveis.

Visitas regulares ao dentista são essenciais, especialmente para os idosos.

De acordo com dados do National Institute of Health da Inglaterra, cerca de um em cada cinco adultos tem cáries das quais nem sequer têm conhecimento. 

No sentido de melhorar o atendimento odontológico a idosos mais dependentes deve-se enfatizar essa necessidade junto aos seus cuidadores.

Claro, a comunicação direta com os pacientes é vital. Mas dedicar algum tempo para lembrar aos cuidadores da importância de manter uma boa higiene dental dos idosos pode tornar os esforços de cuidado ainda mais eficazes.

Sugestões simples, como beber água com flúor para ajudar a prevenir cáries, limpar dentaduras regularmente e usar uma escova de dentes elétrica, se possível, são fáceis de lembrar.

Lembrar os responsáveis dessas coisas pode ajudar a estender o impacto do atendimento odontológico além do tempo que os pacientes estão fisicamente presentes no consultório.

Como os cuidadores estão regularmente com os idosos, eles podem lembrá-los dessas etapas simples com mais frequência e auxiliá-los na execução das mesmas.

Isso certamente terá um impacto significativo em sua saúde bucal e dentária.

Concluindo

Indivíduos de todas as idades frequentemente negligenciam os cuidados bucais e odontológicos. Embora devam ser uma prioridade para todos, e isso é especialmente verdadeiro para os adultos mais velhos. Indivíduos nessa faixa etária são mais suscetíveis a muitos problemas de saúde, incluindo problemas relacionados à saúde bucal.

Problemas dentários e orais comuns, como cáries, perda de dentes e doenças gengivais estão incluídos entre esses problemas de saúde, porém condições mais sistêmicas como doenças cardíacas e pneumonia também estão. A prevenção dessas doenças sistêmicas graves é fundamental para se concentrar na higiene bucal.

Cuidadores de idosos podem ajudar a garantir a manutenção de hábitos de higiene bucal adequados.

Já os profissionais de odontologia podem dar um passo adiante, colocando mais esforço para alcançar essa população e melhorar seus cuidados odontológicos regulares.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

Fontes: Teeth WisdomNational Institute of Health

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?