Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Problemas de saúde bucal associados à dependência química

    Pessoas usuárias de substâncias abusivas são mais propensas à cárie dentária e a doença periodontal do que a população em geral, bem como também aquelas com menor probabilidade de vir a receber os cuidados de saúde dental de forma regular. Daí, a saúde bucal desses pacientes é um desafio especial para os dentistas. Um novo estudo de revisão tem como objetivo examinar problemas de saúde oral associados às drogas e indica caminhos para os dentistas melhorarem a saúde oral desses pacientes.

    O uso de drogas está associado a problemas como a xerostomia, uma maior compulsão por comida, apertamento e ranger de dentes, e erosões químicas devido à aplicação de cocaína nos dentes e gengivas, tem mostrado a pesquisa. Além disso, fatores associados ao estilo de vida podem piorar a saúde oral em pacientes com transtornos de uso de substâncias abusivas. Estas incluem dietas com açúcar, desnutrição, pobre higiene oral e a falta de cuidados de saúde dentária profissional regular.

    A fim de elevar a responsabilidade com problemas relacionados com a saúde oral, uma cautelosa abordagem dental é necessária quanto ao tratamento destes pacientes. No entanto, segundo o pesquisador chefe, Dr. Hooman Baghaie da Universidade de Queensland, existem medidas simples que tanto os dentistas e médicos podem tomar para melhorar a saúde oral desses pacientes.

    “Dentistas devem investigar seus pacientes quanto ao uso de substâncias geradoras de dependência, percebendo qualquer doença dental ou periodontal incoerente com a idade do paciente e considerar referir ao médico sua gestão,” disse Baghaie. Além disso, dentistas devem estar cientes das questões relativas ao tratamento e consentimento quando o paciente está intoxicado e estar alerta para a possibilidade de resistência a medicamentos analgésicos, enfatizou .

    Geralmente, os médicos e os dentistas que cuidam de pessoas com transtornos de uso de substância devem investigar a doença bucal e alertar os pacientes dos riscos para a saúde oral associada com xerostomia e desejos de alimentos doces, adicionou Baghaie.

    Incidência

    A análise combinou os resultados de 28 estudos de todo o mundo, que coletivamente forneceram dados sobre 4.086 pacientes com transtornos de uso de substância. Os resultados indicaram que uma em cada vinte pessoas com idades entre 15 e 64 anos usam drogas a cada ano, com aproximadamente 10 por cento deste número tendo dependência de drogas ou usuário de substância para distúrbios.

    As descobertas refletem aqueles com aumento de cáries dentais e doença periodontal em pessoas com doenças mentais graves, transtornos alimentares e transtornos de uso de álcool, comparados com a população em geral.

    O estudo intitulado “Uma revisão sistemática e metanálise da associação entre saúde oral pobre e abuso de substâncias”, foi publicada na edição de maio de 2017 do Addiction Journal.

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Síndrome da Boca Ardente: nova esperança para o alívio

      Você sente uma sensação crônica de queimação na boca sem causa aparente? Nesse caso, você pode ser uma das muitas pessoas que sofrem...

      A Influência do DNA na Saúde Bucal

      Conheça o papel da genética sobre a saúde bucal. Será que apenas a genética pode garantir uma boa saúde dos dentes e gengivas?...

      Tártaro: o vilão silencioso da sua saúde bucal

      Dentes limpos não significam necessariamente dentes saudáveis. O tártaro, também conhecido como placa bacteriana, é uma camada pegajosa que se acumula nos dentes...

      Quando levar seu bebê no dentista pela primeira vez?

      A chegada do primeiro dentinho do bebê é um marco emocionante. Mas você sabia que esse momento também marca o início de uma...

      A Raiz do Mau Hálito: A Ciência Revela

      Ciência revela a origem do mau hálito e sua associação com as bactérias da flora bucal. Saiba como prevenir e tratar o mau...

      Dentes brancos: promessas da publicidade vs. realidade do tratamento

      Artigo destaca as diferenças entre as promessas dos cremes dentais clareadores e o clareamento dental profissional realizado por dentistas