Qual relação asma e gengivite podem ter?

Aparentemente asma e gengivite, podem estar sim conectados. Isso segundo um estudo recente publicado no Journal of Periodontology.
Pessoas com asma têm um quinto a mais de chance de sofrer gengivite do que pessoas que não têm asma .
Esse número é surpreendente e caracteriza que de fato asma e gengivite tem uma conexão.

Epidemia de Asma

Cerca de 339 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de asma. Isso de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

A asma é uma doença inflamatória .
É uma condição pulmonar comum que estreita e inflama as vias aéreas. O resultado disso são sintomas como dificuldade em respirar, chiados, tosse e aperto no peito.

Geralmente começa na infância, embora também possa se desenvolver em adultos.
Afeta pessoas de todas as idades .
Algumas crianças “superam” a asma, e isso se resolve na idade adulta. Atualmente não há cura, mas o tratamento pode ajudar a controlar os sintomas.

A conexão asma e gengivite

A asma também pode causar boca seca .

Essa condição leva ao acúmulo excessivo de placa bacteriana e doenças gengivais. A xerostomia pode ser o elo que conecta a asma e gengivite.

Portanto, se você tem pacientes que sofrem de asma, é importante ajudá-los a tomar medidas para cuidar de sua saúde bucal .
Prevenir o aparecimento de placas bacterianas e da saúde das gengivas são medidas essenciais de proteção .

O problema da boca seca

Indivíduos com asma muitas vezes também sofrem com a boca seca . Essa é uma condição na qual a boca não produz saliva suficiente.
A boca seca ocorre com mais frequência em pessoas com asma, porque o fluxo de ar restrito as obriga a respirar pela boca .

Os inaladores de asma podem contribuir ainda mais para essa condição.

Isso porque o uso da “bombinha” reprime as glândulas salivares e limitando a produção de saliva .

E como todos sabemos, a saliva é essencial para a eliminação das chamadas as bactérias ruins .

Uma boca seca cria condições ideais para que bactérias nocivas saiam e formem placas .

Isso pode levar a coisas como mau hálito, cárie dentária e, se não tratada, doenças gengivais, como gengivite e periodontite .

Doença gengival em poucas palavras

Como profissional de odontologia, você sabe que existem várias formas de seus pacientes protegerem sua saúde bucal. E também de manter a doença gengival afastada, mesmo que a asma esteja presente.
Aqui estão algumas dicas que você poderá compartilhar com seus pacientes.

Estas são dicas especialmente voltadas para pacientes que fazem uso de inaladores (bombinhas):

  • Sempre lave a boca com água após o uso do inalador ;
  • Procure escovar os dentes após o uso do inalador, pois pode ser ainda mais eficaz ;
  • Beba água regularmente durante todo o dia para ajudar a aliviar os sintomas de boca seca .

Concluindo

Por fim, a melhor maneira para seus pacientes cuidarem de sua saúde dental é manter a higiene bucal com escovação e uso do fio dental regularmente.
E também consultar seu dentista ao menos duas vezes por ano para uma limpeza profilática.

Embora a doença gengival possa ser tratada, a prevenção é, sem dúvida, a melhor abordagem .

Ao manter-se atento e pró-ativo sobre sua saúde bucal, as pessoas com asma podem facilmente manter um sorriso bonito e saudável por toda a vida.

Siga a Dentalis no Instagram @ DentalisSoftware ,  no Face @ Dentalis.Software e no Twitter @ Dentalisnet

Fonte: Dental News

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?