Alto nível de mercúrio é encontrado na urina de crianças com amálgama nas obturações

Exposição a amálgamas dentárias pode elevar as concentrações de mercúrio urinário em crianças

Apesar de alternativas equivalentes se tornarem disponíveis ao longo da última década, as amálgamas dentárias permanecem em uso como um material restaurador de cárie dentária em crianças em muitos países. A segurança das amálgamas dentárias, porém, ainda é um assunto controverso entre peritos, como tem sido associada com distúrbios de desenvolvimento e condições sistêmicas. Um estudo coreano recentemente forneceu elementos de prova de que a exposição as amálgamas dentárias pode afetar a concentração de mercúrio sistêmica em crianças.

A fim de avaliar a exposição crônica ao mercúrio elementar, os pesquisadores da Universidade Nacional Kyungpook na Coreia do Sul avaliaram as concentrações de mercúrio em amostras de urina de mais de mil crianças com idade entre 8 e11anos, que também foram submetidas a exame oral.

Eles descobriram que crianças com mais de um amálgama na superfície do dente apresentaram concentrações de mercúrio urinário significativamente maior do que aqueles com nenhuma. Os pesquisadores concluíram assim que a exposição a amálgamas dentárias poderia afetar a concentração de mercúrio sistêmica em crianças.

Um número de estudos indicou que a exposição ao mercúrio poderia ser envolvida em problemas no início do desenvolvimento cerebral. O mercúrio também tem sido associado com efeitos adversos à saúde relativos ao aparelho digestivo e imunológico, bem como os pulmões, rins, a pele e os olhos. A sensibilização e o reconhecimento de tais implicações para a saúde e o ambiente conduziram a uma proibição da utilização de amálgamas dentárias em alguns países de rendimento elevado. No entanto, restaurações de amálgamas dentárias ainda são ensinadas no currículo de medicina dentária no Sudeste Asiático. Em Mianmar, por exemplo, cerca de cinquenta por cento de preenchimentos colocados são de amálgama.

O estudo intitulado “Exposição a amálgamas dentárias pode elevar as concentrações de mercúrio urinário em crianças”,  foi publicada online em 1 de fevereiro no International Dental Journal.

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?