Corticosteroides sistêmicos para sinusite aguda. Resolvem o problema?

Pesquisa holandesa, coordenada por Roderick P. Venekamp e publicada pelo The Journal of American Medical Association (JAMA), investigou se o uso de corticosteroides orais ou parenterais em pacientes com sinusite aguda, em comparação com placebo ou drogas anti-inflamatórias não-esteroides (AINEs), realmente aliviam os sintomas.

As conclusões mostram que com os corticosteroides orais combinados aos antibióticos podem estar associados a benefícios modestos no alívio de curto prazo dos sintomas em adultos com sintomas graves de sinusite aguda, em comparação com o uso apenas de antibióticos. No entanto, o uso de corticosteroides orais como monoterapia não está associado a melhores resultados clínicos em adultos com sinusite aguda diagnosticada clinicamente.

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?