Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Dente ainda dói após uma obturação? Saiba o porquê

    Por que o dente dói após uma obturação?

    Algumas pessoas sentem desconforto ou sensibilidade dental após uma restauração.

    Isso pode ocorrer devido à irritação do nervo, reação alérgica ou alinhamento incorreto da mordida.

    A sensibilidade após uma obturação dentária é comum e geralmente desaparece com o tempo.

    No entanto, o paciente deve entrar em contato com seu dentista imediatamente ao sentir dor extrema ou se ocorrer desconforto e outros sintomas, como febre ou inflamação.

    Neste texto descubra as causas da sensibilidade dentária após uma restauração, como tratá-la e quando consultar o seu dentista é imprescindível

    Também analisamos outras possíveis causas de sensibilidade dental.

    O que se pode esperar após um procedimento de obturação?

    A obturação consiste na limpeza do dente afetado pela retirada do tecido cariado.

    Limpar essa cavidade para posteriormente preenchê-la com um composto resistente, devolvendo a estética e a função do dente.

    Além de cáries, esse tratamento também é realizado para dentes quebrados, trincados ou desgastados — por conta de bruxismo ou pelo hábito de roer unhas e objetos, por exemplo.

    Uma vez passado o efeito do anestésico utilizado no início do procedimento, certos pacientes poderão sentir dor e maior sensibilidade no entorno da área afetada

    Como é a sensibilidade após uma obturação?

    Existem certos gatilhos com possibilidade de desencadear uma sensação temporária e desconfortável no dente obturado ou na área circundante. Pode parecer um choque térmico (frio) ou dor súbita que surge rapidamente e depois desaparece.

    Algumas pessoas sentem desconforto ou sensibilidade dental após uma restauração.

    Isso pode ocorrer devido à irritação do nervo, reação alérgica ou alinhamento incorreto da mordida.

    A sensibilidade após uma obturação dentária é comum e geralmente desaparece com o tempo.

    No entanto, o paciente deve entrar em contato com seu dentista imediatamente ao sentir dor extrema ou se ocorrer desconforto e outros sintomas, como febre ou inflamação.

    Neste texto descubra as causas da sensibilidade dentária após uma restauração, como tratá-la e quando consultar o seu dentista é imprescindível

    Também analisamos outras possíveis causas de sensibilidade dental.

    O que se pode esperar após um procedimento de obturação?

    A obturação consiste na limpeza do dente afetado pela retirada do tecido cariado.

    Limpar essa cavidade para posteriormente preenchê-la com um composto resistente, devolvendo a estética e a função do dente.

    Além de cáries, esse tratamento também é realizado para dentes quebrados, trincados ou desgastados — por conta de bruxismo ou pelo hábito de roer unhas e objetos, por exemplo.

    Uma vez passado o efeito do anestésico utilizado no início do procedimento, certos pacientes poderão sentir dor e maior sensibilidade no entorno da área afetada

    Como é a sensibilidade após uma obturação?

    Existem certos gatilhos com possibilidade de desencadear uma sensação temporária e desconfortável no dente obturado ou na área circundante. Pode parecer um choque térmico (frio) ou dor súbita que surge rapidamente e depois desaparece.

    Estes são alguns dos gatilhos de sensibilidade dental após um procedimento de obturação:

    • Alimentos ou bebidas frias;
    • Bebidas quentes;
    • Ar indo ao encontro do dente afetado, como ao respirar pela boca;
    • Comidas açucaradas;
    • Alimentos e bebidas ácidas, incluindo frutas, suco e café;
    • Sensibilidade ao morder.

    Por que as obturações causam sensibilidade nos dentes?

    Alguma sensibilidade temporária após a obturação de um dente é normal.

    No entanto, a sensibilidade persistente ou grave após uma obturação se deve provavelmente a outras causas que requerem tratamento.

    Abaixo, discutimos as possíveis causas desse sintoma e explicamos quando consultar seu dentista é imprescindível.

    Nervo irritado

    Após uma obturação a sensibilidade dentária tem curta duração e geralmente ocorre porque o procedimento impactou o nervo localizado nas camadas mais profundas do dente.

    As camadas externas do dente, o esmalte e o cemento, geralmente protegem o nervo da exposição. No entanto, as obturações — especialmente as profundas — podem se aproximar das terminações nervosas e causar irritação e sensações desconfortáveis.

    À medida que o nervo cicatriza, a sensibilidade desaparece. Isso pode levar alguns dias ou semanas. Uma vez que o nervo tenha cicatrizado completamente, a pessoa não deve sentir nenhuma diferença entre o dente obturado e os outros dentes.

    Alinhamento incorreto da mordida

    É importante que o dentista se certifique que a obturação do dente esteja alinhada com os demais dentes da boca.

    As pessoas geralmente experimentam uma pequena sensibilidade ao mastigar nos dias seguintes ao procedimento. Essa sensibilidade normalmente desaparece por conta própria.

    No entanto, quando o material utilizado na obturação está em excesso sobre o dente obturado, pode causar pressão extra quando o paciente tenta morder.

    Esta pode se manifestar na forma de sensibilidade e dor numa condição até mais grave do que a sensibilidade pós-preenchimento típica.

    Se uma pessoa apresentar sensibilidade severa ou tiver dificuldade para comer, ou alinhar adequadamente os dentes, deve pedir ao dentista para verificar sua mordida.

    O dentista pode decidir desgastar a obturação para ajustá-la adequadamente à mordida e dessa forma eliminar o desconforto.

    Pulpite

    A pulpite é a inflamação da polpa, localizada na região mais profunda do dente.

    Pode causar sensibilidade e dor dental.

    A pulpite não ocorre normalmente com pequenas obturações, mas pode acontecer se:

    • O dente sofreu trauma, como de um acidente que resultou em um dente rachado ou quebrado;
    • A cavidade era muito profunda, atingindo a camada pulpar interna;
    • O dente já foi submetido a múltiplas obturações ou procedimentos.

    Existem dois tipos de pulpite.

    A pulpite reversível refere-se à inflamação leve em que a polpa permanece saudável e o dente cicatriza de forma independente.

    A pulpite irreversível ocorre quando há um nervo danificado que começa a morrer.

    Nesses casos, um tratamento de canal é necessário para salvar o dente.

    Um dentista geralmente pode resolver a pulpite com uma nova restauração ou por um tratamento de canal quando necessário.

    Também pode ser necessário que ao paciente sejam prescritos antibióticos para tratar uma infecção bacteriana em curso.

    Reação alérgica

    Algumas pessoas podem apresentar reação alérgica ao material utilizado para fins de preenchimento.

    Uma

    revisão de 2015 observou que o amálgama é o material de preenchimento que mais frequentemente provoca reação alérgica.

    As pessoas também podem ter uma reação alérgica a outros materiais envolvidos no procedimento, inclusive o látex das luvas do dentista.

    Como prevenir a sensibilidade dentária

    O impacto de uma obturação pode causar sensibilidade dentária, independentemente histórico odontológico do paciente.

    No entanto, praticar uma boa higiene bucal é a melhor maneira de prevenir a sensibilidade dentária.

    Após uma obturação, o paciente pode minimizar o desconforto evitando alimentos e bebidas muito quentes ou muito frios e alimentos duros.

    Como tratar um dente sensível

    Existem alguns recursos que podem ajudar a aliviar a sensibilidade dental e dos quais o paciente pode se valer:

    • Escovar os dentes e gengivas com movimentos suaves e circulares
    • Evitar creme dental e produtos clareadores, que possam agravar a sensibilidade;
    • Enxaguar a boca com água após consumir alimentos ou bebidas ácidas;
    • Evitar escovar os dentes imediatamente após a ingestão de alimentos ácidos, pois isso contribuir para remoção do esmalte;
    • Usar pomada anestésica tópica bucal.

    Se a sensibilidade dental não melhorar nos dias seguintes ao procedimento, é importante o paciente voltar a conversar com seu dentista. O dentista precisará descartar outras causas potenciais de sensibilidade que podem não estar relacionadas à obturação.

    Resumindo

    As obturações são uma maneira segura e eficaz de tratar as cáries dentárias.

    A maioria das restaurações vai durar muitos anos.

    Cuidar bem dos dentes, escovando e usando fio dental diariamente e fazendo revisões odontológicas regulares pode ajudar a prevenir futuras cáries.

    Alguma sensibilidade após a obturação é comum e esperada. No entanto, é importante conversar com seu dentista se ocorrer sensibilidade ou dor severa, ou se outros sintomas, como febre, se desenvolverem.

    Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

    Fontes:  Cárie, How Long Should a Cavity Filling Be Sensitive, Management of dentin hypersensitivity by practitioners in The National Dental Practice-Based Research Network, Sensitive Teeth, Allergic Reactions to Dental Materials-A Systematic Review, Tooth, Orthodontic Treatment for the Management of Pain or Impacted Teeth in Patients with Malocclusion: A Review of Clinical Effectiveness and Guidelines

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Impacto da Doença Renal Crônica na Saúde Bucal de Mulheres Pós-Menopausa

      Mulheres com idade mais avançada e portadoras de doença renal crônica estão mais expostas ao risco da perda de dentes a ponto de...

      Periodontite e o Risco de AVC em Pessoas com Menos de 50 anos

      A periodontite, uma inflamação das estruturas que sustentam nossos dentes, pode aumentar muito o risco de AVC (derrame cerebral) em pessoas com menos...

      Alerta para os riscos do Xilitol – Novo Estudo

      Um recente estudo, publicado no European Heart Journal, revelou uma ligação preocupante entre o consumo de xilitol, um adoçante de baixas calorias, e...

      Câncer bucal: o dentista pode ser o primeiro a detectar

      Quando vamos ao dentista, geralmente buscamos resolver um problema dental que esteja nos incomodando, obter uma limpeza dental ou melhorar a estética dos...

      Infecções Bucais: Causas, Sintomas e Tratamentos

      Infecções na boca podem ser bem incômodas e causar preocupação, tornando tarefas do dia a dia, como comer ou escovar os dentes, mais...

      Novo Medicamento pode Regenerar Dentes Perdidos

      Os cientistas vêm obtendo progresso no desenvolvimento de um novo medicamento que pode ajudar a regenerar os dentes. Sim, regenerar os dentes. O...