Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Dores nas costas? A maioria dos dentistas tem problemas devido a má postura

    Os problemas músculo-esqueléticos relacionados com má postura e trabalho são um problema significativo na maioria da população, estimando-se que entre 60 a 90% das pessoas venha a sofrer de problemas na região lombar em alguma fase da sua vida. Mas um estudo recentemente mostra que os dentistas, em particular, têm elevadas probabilidades de sofrer de dor no pescoço, nos ombros e nas costas.
     
    O estudo entrevistou 60 dentistas com uma média de idades em torno dos 25 anos e revela que 70% dos participantes relatou sofrer dores na coluna, com predomínio de relato de dores na região lombar por 48% dos participantes.
     
    Os estudos até agora publicados indicam que entre os fatores associados a essas dores estão a idade do profissional, o número de pacientes tratados por dia e o tipo de caso clínico tratado. Uma das principais descobertas deste novo estudo é que a incidência das dores de coluna não está diretamente relacionadas com os anos de experiência do dentista ou o número de pacientes tratados ou o número de horas de trabalho diário.
     
    Ainda assim, 17% dos dentistas que participaram no estudo revelaram que procuram fazer exercício durante as horas vagas, com 57% que costumam fazer pausas durante o seu horário de trabalho. De acordo com os pesquisadores, as dores lombares relacionadas com o trabalho em dentistas podem ser atribuídas a um desequilíbrio entre os músculos da região lombar e do abdômen que ocorre com a postura que os profissionais adotam quando se sentam.
     
    Além disso, os movimentos de inclinação constantes em direção ao paciente podem causar tensão e exaustão nos músculos da região lombar, à medida que os músculos abdominais, que servem para estabilização, se tornam mais fracos.
     
    Apesar de tudo isto, apenas 9,5% dos dentistas se queixaram de dores severas e 90% descrevem as dores sentidas como moderadas. “Consideramos que isto pode ser o motivo de muitos dentistas não procurarem ajuda médica ou consultarem um ortopedista”, comentam os pesquisadores.

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Impacto da Doença Renal Crônica na Saúde Bucal de Mulheres Pós-Menopausa

      Mulheres com idade mais avançada e portadoras de doença renal crônica estão mais expostas ao risco da perda de dentes a ponto de...

      Periodontite e o Risco de AVC em Pessoas com Menos de 50 anos

      A periodontite, uma inflamação das estruturas que sustentam nossos dentes, pode aumentar muito o risco de AVC (derrame cerebral) em pessoas com menos...

      Alerta para os riscos do Xilitol – Novo Estudo

      Um recente estudo, publicado no European Heart Journal, revelou uma ligação preocupante entre o consumo de xilitol, um adoçante de baixas calorias, e...

      Câncer bucal: o dentista pode ser o primeiro a detectar

      Quando vamos ao dentista, geralmente buscamos resolver um problema dental que esteja nos incomodando, obter uma limpeza dental ou melhorar a estética dos...

      Infecções Bucais: Causas, Sintomas e Tratamentos

      Infecções na boca podem ser bem incômodas e causar preocupação, tornando tarefas do dia a dia, como comer ou escovar os dentes, mais...

      Novo Medicamento pode Regenerar Dentes Perdidos

      Os cientistas vêm obtendo progresso no desenvolvimento de um novo medicamento que pode ajudar a regenerar os dentes. Sim, regenerar os dentes. O...