Estudo avalia a eficácia de implantes conforme a marca. Uma foi destaque.

Um estudo sueco recentemente publicado na revista científica Journal of Dental Research procurou avaliar a eficácia dos implantes dentários e a prevalência de peri-implantite de acordo com a marca utilizada. Os resultados publicados foram inesperados, mostrando que a prevalência da doença e a eficácia dos tratamentos está relacionada com o sistema utilizado, e uma marca em particular destacou-se das demais.
 
De acordo com o estudo, os implantes da Straumann revelaram ser aqueles com as taxas mais baixas de peri-implantite entre os pacientes e as diversas marcas analisadas. Para chegar a este resultado, e para analisar a prevalência de peri-implantite e de fatores de risco relacionados com os implantes dentários, os pesquisadores da Universidade de Gotemburgo examinaram 588 pacientes que tinham colocado implantes nove anos antes.
 
Todos os pacientes foram submetidos a exames clínicos e fizeram radiografias para identificação de indicadores de peri-implantite, incluindo perda óssea e sangramento. Posteriormente, todos eles foram agrupados de acordo com a posição da mandíbula, assim como o seu diâmetro e protocolos de colocação de implantes.
 
Segundo os autores do estudo, os implantes dentários das empresas Astra Tech (Dentsply Implants), Nobel Biocare e Straumman constituíam 91% dos 2277 implantes avaliados pelo estudo. Destes, 96,6% dos implantes da Astra Tech tinham uma superfície TiOblast, 98,3% dos implantes da Nobel Biocare tinham uma superfície TiUnite e todos os implantes da Straumann possuíam uma superfície SLA.
 
Os resultados agora publicados mostram que ao pacientes com implantes da Nobel Biocare, da Astra Tech e de outras marcas possuíam taxas mais elevadas de peri-implantite moderada e severa do que os pacientes tratados com implantes dentários Straumann. No entanto, os pesquisadores alertam que as marcas de implantes representadas não estavam distribuídas uniformemente no estudo, pelo que os resultados não devem ser generalizados.
 
O estudo pode ser acessado neste endereço.

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?