Gomas de mascar com xilitol ajudam na prevenção das cáries?

Xilitol em gomas de mascar – previne cáries?

 

O xilitol é um adoçante de baixa caloria. É um substituto do açúcar em algumas gomas e doces, e alguns produtos de higiene bucal, como cremes dentais, fios dentais e enxaguantes.

O xilitol pode ajudar a prevenir cáries dentárias, tornando-se uma alternativa amigável aos adoçantes tradicionais.
Também é baixo em calorias, portanto, optar por alimentos que contenham esse adoçante em vez de açúcar pode também auxiliar no controle do peso corporal.

Pesquisas muito recentes sugerem que o xilitol pode ter outros benefícios à saúde.

No entanto, essas pesquisas de dados ainda se encontram em seus estágios iniciais.

Este artigo descreve o que é o xilitol e os possíveis efeitos para a saúde quando se opta por uma goma de mascar com esse adoçante.

Também compara o xilitol com o aspartame.

O que é o xilitol?

O Xilitol é um adoçante natural classificado como álcool de açúcar.

Quimicamente, os álcoois de açúcar combinam características de moléculas de açúcar e moléculas de álcool.

Sua estrutura química possibilita o estímulo dos receptores gustativos do sabor doce na língua.

A indústria utiliza o xilitol para como adoçante de alguns produtos, como:

  • Gomas de mascar;
  • Doces;
  • Chocolates;
  • Biscoitos;
  • Misturas para bolos sem açúcar;
  • Sorvetes.

É também um ingrediente em alguns produtos de higiene bucal, como cremes dentais e enxaguantes bucais, tanto como intensificador de sabor quanto como agente de combate às cáries.

Benefícios da goma de mascar com xilitol

A goma de mascar com xilitol, pode oferecer os seguintes benefícios aos seus consumidores:

Prevenção de cáries

O xilitol ajuda a prevenir a formação de placas e pode retardar o crescimento bacteriano associado às cáries.

Conforme uma revisão de 2020, o xilitol pode ser especialmente eficaz contra as cepas bacterianas Streptococcus mutans e Streptococcus sangui.

Os pesquisadores também encontraram evidências de que o xilitol pode ajudar a remineralizar os dentes, apoiando a reversão de danos causados ​​por bactérias e auxiliando no alívio da sensibilidade dental.

Também pode ajudar a reduzir o risco de cáries futuras.

Tratamento de feridas na boca

O xilitol tem ação anti-inflamatória que auxilia na eliminação de certas bactérias, incluindo aquelas que formadoras da placa bacteriana.

A queilite angular é uma condição inflamatória dolorosa da pele que afeta os cantos dos lábios e da boca.

Uma revisão de 2021 descreve evidências de que enxaguantes bucais ou gengivas com xilitol podem reduzir o risco de queilite angular em

pessoas com mais de 60 anos.

Benefícios de outras formas de xilitol

O xilitol é um ingrediente de muitos produtos além da goma de mascar.

Ele também pode ser encontrado na forma granulada na seção de adoçantes dos mercados.

Pesquisas iniciais sugerem que o xilitol pode proporcionar benefícios que vão além da saúde bucal.

Nós abordamos a seguir.

Prevenção de infecções de ouvido

Uma meta-análise de três ensaios clínicos de 2016 sugere que o xilitol pode desempenhar um papel na prevenção de infecções de ouvido em crianças.

A equipe encontrou evidências de qualidade moderada de que o consumo de xilitol por crianças pode reduzir o risco de otite média aguda, o tipo mais comum de infecção no ouvido. Nesta meta-análise, o xilitol reduziu o risco de cerca de 30% para cerca de 22%, em comparação com um grupo controle.

Os pesquisadores enfatizam que seus dados estão incompletos e não está claro se o xilitol de fato pode ser benéfico para crianças, especialmente aquelas vulneráveis ​​a infecções de ouvido.

Ajuda no controle de peso

Uma revisão de 2020 descobriu que esse açúcar de baixa caloria pode aumentar a saciedade, ajudando as pessoas a se sentirem mais satisfeitas e por mais tempo após comer.

Optar por doces que contenham xilitol em vez de açúcar também pode ajudar o indivíduo a evitar as calorias vazias do açúcar. Como tal, essa mudança pode ser uma boa opção para pessoas que desejam controlar seu peso sem fazer mudanças drásticas em sua dieta.

No entanto, nenhuma pesquisa demonstra que a mudança para alimentos contendo xilitol possa de fato ajudar na perda de peso mais do que os métodos tradicionais.

Como substituto do açúcar para pessoas com diabetes

Um pequeno estudo piloto de 2021 verificou que o xilitol teve apenas efeitos muito pequenos nos níveis de glicose e insulina no sangue. Isso sugere que pode ser uma alternativa segura de forma de adoçante para pessoas com diabetes.

Outros benefícios para a saúde

O xilitol possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que podem proporcionar benefícios adicionais à saúde.

Uma revisão de 2020 descreveu evidências de que o xilitol também pode ajudar:

  • Reduzindo a constipação;
  • Colaborar para redução da obesidade, especialmente como substituto do açúcar;
  • Apoiar uma melhor gestão da glicose no sangue em pessoas com diabetes;
  • Reduzir o risco e a gravidade de infecções respiratórias.

Pesquisas realizadas em 2016 indicam que o xilitol pode ajudar a melhorar a absorção de cálcio para prevenir a perda de densidade óssea e reduzir o risco de osteoporose. 

Mais estudos de alta qualidade são necessários para confirmar esses achados.

Riscos do consumo de xilitol

Alguns álcoois de açúcar podem causar desconforto gastrointestinal, pois o corpo não absorve totalmente esses álcoois. O xilitol pode ter um efeito laxativo suave quando ingerido em abundância ou quando introduzido pela primeira vez em uma dieta. Isso ocorre porque o xilitol gera maior absorção de água para os intestinos ou pode ser fermentado por bactérias presentes no sistema intestinal

Dessa forma, o xilitol pode causar desconforto abdominal, como náusea e inchaço em algumas pessoas.

Ainda assim, uma revisão de 2016 sugere que as pessoas geralmente toleram melhor o xilitol do que outros adoçantes, com exceção de outro chamado eritritol.

Não há evidências que vinculem o xilitol a efeitos negativos de longo prazo, como o câncer.

Vale destacar que o xilitol é extremamente tóxico para os cães.

Mesmo uma pequena quantidade pode causar convulsões, insuficiência hepática ou até mesmo a morte.

Nunca dê a um cão qualquer alimento que possa conter xilitol e mantenha todos os produtos que contenham xilitol fora do alcance de qualquer cão.

O xilitol é extremamente tóxico para cães. Mesmo pequenas quantidades de xilitol podem causar hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), convulsões, insuficiência hepática ou até mesmo a morte em cães.

Por que o xilitol é tóxico para os cães?

Tanto em humanos quanto em cães, o nível de açúcar no sangue é controlado pela liberação de insulina do pâncreas. O xilitol não estimula a liberação de insulina do pâncreas em humanos. No entanto, quando os cães comem xilitol, o xilitol é rapidamente absorvido pela corrente sanguínea, resultando em uma liberação potente de insulina do pâncreas. Essa liberação rápida de insulina causa uma queda profunda no açúcar no sangue (hipoglicemia), efeito que pode ocorrer tão rapidamente quanto 10 a 60 minutos após a ingestão.

Se não tratada, a hipoglicemia pode ser fatal. O processo pelo qual o xilitol pode causar insuficiência hepática em cães é pouco compreendido.

Alergias

É possível desenvolver uma alergia a qualquer substância. No entanto, não há evidências de que as alergias ao xilitol sejam comuns.

Pessoas com diabetes devem estar atentas aos efeitos de todos os adoçantes na glicemia. No entanto, um pequeno estudo piloto de 2021

Effect of the Natural Sweetener Xylitol on Gut Hormone Secretion and Gastric Emptying in Humans: A Pilot Dose-Ranging Study sugere que os efeitos do xilitol na produção de glicose e insulina no sangue são pequenos.

Xilitol versus aspartame

O aspartame é um adoçante artificial que podem estar disponível de forma isolada ou em adição ao xilitol.

aspartame causou algumas controvérsias  quando os primeiros estudos em animais sugeriram que pode aumentar o risco de certos tipos de câncer.

Pesquisas mais recentes colocaram isso em dúvida.

Tanto a Food and Drug Administration (FDA) quanto a European Food Safety Authority (EFSA) concluíram que a atual ingestão diária aceita de aspartame é segura.

Mais especificamente, a EFSA sugere que uma ingestão diária inferior a 40 miligramas de

aspartame por quilograma de peso corporal é segura. O consumo diário típico está abaixo desse nível.

Ao contrário do aspartame, nenhuma pesquisa vinculou o xilitol a sérios problemas de saúde. Por esta razão, alguns consumidores podem preferir o xilitol ao aspartame.

Resumindo

O xilitol é um adoçante de baixa caloria derivado de certas frutas e vegetais. O xilitol é utilizado pela indústria em alimentos doces e produtos de higiene bucal.

A maioria das pesquisas sobre os potenciais benefícios para a saúde do xilitol se concentra em sua capacidade de melhorar a saúde bucal devido às suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias.

Outras descobertas indicam que o xilitol pode ajudar a prevenir infecções de ouvido, ajudar no controle de peso e aliviar a constipação, entre outros possíveis benefícios.

No entanto, mais pesquisas são necessárias para confirmar esses achados.

Importante salientar, qualquer pessoa com diabetes ou alergia a adoçantes deve conversar com seu médico antes de usar xilitol.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fontes: Health benefits of xylitolAngular ChelitisThe effect of medicated chewing gums on oral health in frail older people: a 1-year clinical trialXylitol for preventing acute otitis media in children up to 12 years of ageGastrointestinal Disturbances Associated with the Consumption of Sugar Alcohols with Special Consideration of Xylitol: Scientific Review and Instructions for Dentists and Other Health-Care ProfessionalsXylitol Poisoning in DogsEffect of the Natural Sweetener Xylitol on Gut Hormone Secretion and Gastric Emptying in Humans: A Pilot Dose-Ranging StudyDoes Aspartamete cause cancer,

AspartameMetabolic effects of the natural sweeteners xylitol and erythritol: A comprehensive review

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Nova estratégia para prevenção e tratamento da cárie dentária

Uma das infecções mais comuns relacionadas ao biofilme é a cárie dentária, que afeta uma população de mais de 60% das crianças e...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?