Infecções odontogênicas aumentam risco de doenças cardíacas

As infecções de origem odontogênicas podem ser brandas e de fácil tratamento. Porém, em muitas situações podem se tornar agressivas e complexas, progredindo de forma rápida, a ponto de ser necessário um procedimento cirúrgico para incisar e drenar o local afetado, ou até mesmo de internação para tratamento em ambiente hospitalar, no caso de paciente com risco de morte.

As infeções de origem dentária não detectadas podem aumentar o risco de doenças cardíacas em três vezes. A conclusão é de um estudo recentemente publicado na revista científica Journal of Dental Research e referido pela Oral Health Foundation, que revela que as pessoas com infecções dentárias não tratadas têm mais probabilidades de sofrer de problemas cardíacos como doença arterial coronária, por exemplo

Nigel Carter, CEO da Oral Health Foundation, informa que “esta investigação é preocupante já que as infeções dentárias são inicialmente causadas por cáries dentárias, que são desencadeadas por más rotinas de higiene bucal e uma dieta com demasiada quantidades de açúcar”.

Prevenção é sempre o melhor caminho

De acordo com os especialistas, este tipo de infeções podem, no entanto, ser facilmente evitadas com a adoção de bons hábitos de higiene bucal.  Uma escovação adequada dos dentes antes de dormir à noite e  sempre após as refeições ao longo do dia, aliado a uma diminuição do consumo de alimentos e bebidas açucaradas são medidas simples e muito eficazes na prevenção de infecções odontogênicas.

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?