Mulheres pós-menopausa com periodontite tem um motivo a mais para se preocupar

Um novo estudo no American Journal of Hypertension mostra que as mulheres pós-menopáusicas que sofreram perda de dentes estão em maior risco de desenvolver pressão alta. Vários estudos já demonstraram uma relação observacional entre doença periodontal e perda de dentes com hipertensão , mas a relação permanece obscura.

O estudo

Os participantes do estudo foram 36.692 mulheres pós-menopáusicas no Estudo de Observação da Iniciativa de Saúde da Mulher, nos Estados Unidos, que foram acompanhadas anualmente através de uma avaliação periodontal inicial em 1998 até 2015 para hipertensão recentemente diagnosticada.

O estudo observou uma associação positiva entre perda de dentes e risco de hipertensão entre mulheres na pós-menopausa. Especificamente, essas mulheres tiveram um risco aproximadamente 20% maior de desenvolver hipertensão durante o acompanhamento em comparação com outras mulheres. A associação foi mais forte entre as mulheres mais jovens e aquelas com menor IMC.

Hipóteses

Existem várias razões possíveis para a associação observada. Uma possível explicação é que, à medida que as pessoas perdem dentes, elas podem mudar suas dietas para alimentos mais macios e processados. Essas mudanças nos padrões alimentares podem estar associadas a um maior risco de hipertensão.
Até o momento no entanto não se detectou um fator objetivo que represente uma associação direta (relação causa e consequência) entre doença periodontal e hipertensão.

Medidas profiláticas

O estudo sugere que mulheres mais velhas na pós-menopausa que estão perdendo os dentes podem representar um grupo com maior risco de desenvolver hipertensão. Como tal, os pesquisadores envolvidos no estudo acreditam que a melhoria da higiene dental entre aquelas em risco de perda dentária, bem como medidas preventivas, como monitoramento mais próximo da pressão arterial, modificação da dieta, atividade física e perda de peso podem reduzir o risco de hipertensão. Os resultados também sugerem que a perda dentária pode servir como um sinal clínico de alerta indicativo para o aumento do risco de hipertensão.

Sinal de alerta

“Essas descobertas sugerem que a perda de dentes pode ser um fator importante no desenvolvimento da hipertensão”, disse o autor sênior do estudo, Jean Wactawski-Wende. “Mais pesquisas podem nos ajudar a determinar os mecanismos subjacentes pelos quais essas duas doenças comuns estão associadas”.

Fonte: ScienceDaily

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?