Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Odontopediatria: grandes cuidados para pequenos pacientes

    Nunca é tarde para começar a cuidar da saúde bucal, pelo contrário, quanto mais cedo melhor. É para isso que a odontopediatria existe: para cuidar do sorriso dos pequenos desde os seus primeiros anos de vida. Também é uma área interessante para o profissional de odontologia que deseja se especializar e começar a empreender. Continue a leitura deste artigo e veja como essa especialidade odontológica pode trazer bons frutos para o seu consultório.

    Um pequeno passeio pela odontopediatria.

    Já que estamos falando de uma especialidade que cuida diretamente do sorriso de uma criança, vamos fazer uma coisa que sempre leva os pequenos a sorrirem: um passeio. E o lugar escolhido para nossa aventura é a odontopediatria, essa área tão importante para promover saúde bucal em todas as fases da vida.

     

    A história conta que a odontopediatria começou a figurar como uma especialidade odontológica pelos idos da década de 20, mais precisamente em 1923, ainda que fosse oficializada somente 26 anos depois. Apesar do nome fazer uma menção direta ao cuidado com as crianças, é importante frisar que essa área da odontologia também volta suas atenções para as gestantes, que devem iniciar suas visitas ao dentista ainda durante o período gestacional.

     

    A odontopediatria não se limita apenas à infância e deve acompanhar os cuidados com a saúde bucal até o período da adolescência. Os pais devem levar seus filhos aos dentistas regularmente para a adoção de cuidados preventivos em um momento em que os dentes ainda estão se formando e evitar problemas que possam surgir em decorrência de uma falta de atenção à saúde bucal nos primeiros anos de vida.

     

    Outro ponto importante a ser referenciado é que durante a infância, ali por volta dos seis anos, ocorre a substituição dos dentes de leite pelos permanentes e se faz necessário que o profissional de odontopediatria esteja por perto, inclusive para avaliações no âmbito da ortodontia e do alinhamento da dentição a partir dessa mudança de fase.

     

    Educar as crianças sobre a importância de adotar hábitos que propiciem uma boa saúde bucal também é uma das premissas da odontopediatria, principalmente no que tange a uma escovação correta e ao uso do fio dental.

     

    De que forma a odontopediatria atua?

     

    Compreendidas as principais características da odontopediatria, é hora de entender um pouco sobre as atividades e procedimentos que o profissional desta especialidade desenvolve no seu consultório. Se você for dentista e estiver pensando em se especializar nesta área, é importante considerar que o contato com o público infantil requer um tato e um cuidado que vão além do conhecimento técnico em odontologia. 

    Entendendo a criança.

     

    O profissional de odontopediatria precisa conhecer, sobretudo, aspectos que norteiam o desenvolvimento infantil sob todos os pontos de vista, inclusive questões comportamentais e suas reações no consultório. É preciso saber lidar com o tempo de cada criança, compreender seus medos, sua personalidade e estabelecer uma comunicação apropriada com o seu pequeno paciente.

     

    O jeito de falar com a criança pode ser a chave para uma consulta ou procedimento bem-sucedido em um consultório de odontopediatria. Utilizar linguagens leves, gestos de fácil compreensão, um tom de voz adequado e ameno, além de recados elogiosos à cada participação positiva do paciente na consulta, é uma maneira efetiva de driblar a tensão que pode envolver a ida de uma criança ao dentista e criar um ambiente favorável a um bom atendimento.

     

    Apesar de não ser, necessariamente, uma obrigatoriedade, a imersão no universo infantil para além das paredes do consultório pode ajudar bastante o profissional de odontopediatria a “quebrar o gelo” e deixar a criança familiarizada com aquele ambiente. Pode ser um desenho que esteja fazendo sucesso, um youtuber que as crianças amam, joguinhos ou coisas do tipo, o importante é ter assunto com esse público super exigente. 

     

    Procedimentos realizados no consultório.

     

    Cada paciente é único e cada consulta deve ser conduzida de acordo com suas questões e especificidades, mas, em linhas gerais, a odontopediatria segue um padrão de atendimento com procedimentos que são praxe a cada visita de uma criança ao consultório do dentista.

     

    Como você já viu, preparar o terreno para recebê-la bem e adotar uma comunicação que a deixe à vontade já é meio caminho andado para a experiência no consultório ser positiva. Feito isso, os procedimentos como higiene bucal, aplicação do flúor, limpeza, além da prevenção e dos cuidados relacionados às cáries, podem ser realizados de forma bem mais tranquila.

     

    Sabemos que a infância é um período em que as crianças gastam muita energia e se movimentam bastante, o que pode levar a fraturas ou traumas nos dentes que podem ocorrer até mesmo em brincadeiras. O dentista que trabalha com odontopediatria também deve estar preparado para lidar com essas situações e realizar o tratamento que elas exigem.

     

    A odontopediatria também é responsável por avaliar questões de periodontia, que trata sobre a saúde da gengiva das crianças, e intercorrências que possam estar relacionadas com a oclusão dos dentes. 

     

    A presença da odontopediatria na formação e no desenvolvimento infantil é tão importante quanto a de um médico pediatra, afinal, ambos se propõem a promover uma infância saudável. Essa especialidade odontológica responsável por cuidar dos pequenos pacientes pode ajudar em questões que envolvam outras áreas, como fonoaudiologia e otorrinolaringologia, por exemplo. 

     

    Seu consultório está pronto para trabalhar com odontopediatria?

     

    Caso você seja um dentista e a odontopediatria tenha sido a especialidade que você decidiu seguir, além dos fatores técnicos e comportamentais pincelados acima, é importante, também, que o seu consultório seja um ambiente propício e acolhedor para as crianças e seus respectivos acompanhantes. 

    Principais vantagens que a odontopediatria traz

    Antes de trazer aspectos mais detalhados sobre a montagem do consultório, precisamos falar um pouco sobre as vantagens de colocar o serviço de odontopediatria à disposição do público e de que maneira isso pode contribuir não só com o crescimento do seu negócio, mas com sua ascensão profissional.

     

    A necessidade de que os cuidados com a saúde bucal das crianças sejam regulares pode te fazer conquistar um paciente que vai te acompanhar por muitos anos, podendo, inclusive, ser um frequentador assíduo do consultório ainda nos primeiros meses de vida até o início da adolescência. 

     

    O seu desempenho como dentista e como ser humano é o vai garantir não somente a fidelidade deste paciente, mas possíveis indicações advindas dos pais para outros pais com quem eles tenham afinidade.

    Transformando o consultório em um ambiente para as crianças

     

    Aquela ideia de ir ao médico ou dentista pode carregar, por si só, um peso maior quando se trata de crianças, por isso, é importante que o consultório não tenha “cara de consultório” e traga consigo mais leveza e elementos que o tornem mais familiar para o público infantil.

     

    A infância é inimiga do tédio e da tristeza, não é? Então comece projetando uma sala de espera que faça com que a criança realize atividades divertidas ao ponto de nem sentir o tempo passar. Brinquedos, papéis para desenhar, gibis e televisões com uma programação infantil são bons atrativos para que esse ambiente do seu consultório de odontopediatria conquiste o paciente logo de cara.

     

    Use a ludicidade ao seu favor, tanto na decoração quanto na escolha do mobiliário que vai compor o seu consultório de odontopediatria, utilizando cores, desenhos e itens personalizados dentro de uma temática infantil. Construa também espaços que permitam a convivência sadia entre as crianças que estão aguardando o atendimento.

     

    Vale ressaltar que uma das principais preocupações a ser considerada na projeção do consultório deve ser, além do conforto e do bem-estar da criança, a sua segurança e proteção. Certifique-se de que móveis e equipamentos que se façam presentes na composição do espaço não ofereçam riscos à sua integridade. É importante observar se não existem objetos pontiagudos, por exemplo, e redobrar a atenção na disposição das tomadas.

     

    Dentro do próprio ambiente de consulta, cuide para que o lugar tire um pouco da carga que um atendimento odontológico pode  trazer, principalmente quando a criança não se sente segura ou alimenta algum tipo de medo de dentista. Use acessórios divertidos para os equipamentos e materiais odontológicos, escolha jalecos coloridos, ofereça lembrancinhas personalizadas como balões, souvenires ou o “certificado de coragem”, mas não se esqueça do mais importante: crie uma relação de cumplicidade e respeito com o seu pequeno paciente.

     

    O consultório de odontopediatria também deve atender aos pais e responsáveis.

     

    A odontopediatria é um trabalho que envolve a participação não só do dentista e do paciente, mas dos pais e responsáveis que acompanham seus pequenos no momento da consulta e também precisam ter suas expectativas correspondidas.

     

    O diálogo aberto e franco é o melhor caminho para que o profissional conheça melhor o paciente, tenha uma noção mais apurada do seu histórico de saúde e saiba como lidar melhor com ele. Além disso, esse contato estreito entre pais e dentistas é fundamental para existir uma transparência em todos os procedimentos que serão realizados e se estabeleça uma relação de confiança mútua.

     

    O trabalho desenvolvido no consultório de odontopediatria também deve proporcionar aos pais uma experiência positiva em cada uma das etapas desta jornada, desde o agendamento da consulta, a estada no consultório, até o pagamento do serviço.

     

    Sabe uma forma de otimizar todo esse processo? Contratando um software de gestão odontológica, que vai permitir que os pais realizem os agendamentos de forma rápida e prática, além de melhorar a gestão do consultório em todos os âmbitos – incluindo uma melhor organização financeira – o que, certamente, contribuirá para que todos saiam do local satisfeitos e recomendando os seus serviços. 

     

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Diabetes e doença gengival – a conexão

      Estudos recentes reforçam a constatação de que diabetes e doença periodontal, como periodontite, estão diretamente ligados.

      Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

      Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

      Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

      As impressoras 3D estão revolucionando a odontologia. Conheça suas aplicações e os benefícios para dentistas e pacientes.

      Impressoras 3D na odontologia: uma revolução em curso

      As impressoras 3D estão revolucionando a odontologia. Conheça suas aplicações e os benefícios para dentistas e pacientes.

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Saúde das Gengivas: cuidados essenciais

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Derrame e saúde bucal: conheça a ligação

      Derrame e saúde bucal estão diretamente relacionados, é o que nos revela um estudo científico recente. Cuidar da saúde bucal é imprescindível.