Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Os efeitos das terapias anticâncer na saúde bucal infantil

Saúde bucal infantil

As terapias multimodais atuais melhoraram a sobrevida de pacientes com câncer infantil. 

Consequentemente, as pesquisas atuais concentram-se na qualidade de vida no longo prazo desses pacientes e no aumento dos riscos para vários problemas de saúde decorrentes do câncer infantil ou de seu tratamento. 

Algumas complicações do câncer infantil só se tornam aparentes mais tarde na vida. Complicações sistêmicas de longo prazo podem afetar o crescimento e desenvolvimento geral da criança e prejudicar seus sistemas reprodutivo, respiratório, cardiovascular, esquelético, nervoso e endócrino.

Algumas manifestações orais podem apresentar-se logo após o início do tratamento citotóxico e de radiação, e algumas podem se tornar aparentes apenas anos ou mesmo décadas após o tratamento

Entre outros efeitos colaterais, os efeitos orais agudos podem incluir mucosite, sangramento, alterações do paladar, infecções secundárias, disfunção da glândula salivar, condições periodontais, trismo, osteorradionecrose e neurotoxicidade

Os fenômenos orais tardios incluem cárie dentária exacerbada, disfunção temporomandibular, osteorradionecrose, desenvolvimento crânio-dentário, anomalias do desenvolvimento dentário e doença do enxerto oral versus hospedeiro

As crianças são particularmente vulneráveis ​​aos efeitos nocivos da radioterapia e quimioterapia. Um novo campo em oncologia, ‘cuidados de sobrevivência’, concentra-se na identificação, tratamento e prevenção de efeitos colaterais de longo prazo.

Desenvolvimento dentário

A morfogênese e a calcificação dos dentes começam no útero e continuam por 14 a 15 anos; o processo é contínuo e complexo. 

Incisivos permanentes e primeiros molares permanentes começam a mineralizar na época do nascimento, mas a mineralização da dentição permanente é geralmente concluída apenas anos depois. 

Aberrações na iniciação e proliferação dos dentes normalmente resultam em falha no desenvolvimento dentário, enquanto alterações durante a histodiferenciação levam à estrutura anormal do esmalte e da dentina. Distúrbios durante a morfodiferenciação podem causar forma e tamanho anormais dos dentes.

A continuação de distúrbios severos ou de longo prazo pode danificar a formação da raiz, levando a uma raiz encurtada ou cônica. O desenvolvimento da raiz desempenha um papel dominante na erupção; o distúrbio na raiz do dente pode prejudicar a erupção e a oclusão do dental.

Primeiros sinais de distúrbios dentários

Os primeiros sinais de distúrbios dentários podem ser esperados no prazo de um a dois anos de tratamento antineoplásico

As anormalidades relatadas incluem hipodontia (falta de dentes), microdontia (formação de dentes pequenos), danos ao desenvolvimento radicular (fechamento prematuro do ápice, raízes afiladas com constrição apical, atrofia radicular e raiz degenerada em forma de V), hipoplasia e hipomineralização (incluindo danos à estrutura do esmalte, resultando em calcificação incompleta), retenção excessiva de dentes decíduos, impactação, erupção prematura, má oclusão, diminuição da mobilidade da articulação temporomandibular, trismo (dificuldade de abrir a boca) e deformidades faciais.

Embora a literatura descreva efeitos colaterais dentários tardios em adultos submetidos a tratamento antineoplásico durante a infância, os efeitos de tratamentos específicos em defeitos dentários não foram descritos. Portanto, o objetivo deste estudo foi examinar e distinguir os defeitos dentários de acordo com o tipo de tratamento anticâncer (quimioterapia, radioterapia, cirurgia), tipo de tratamento quimioterápico, tipo de doença e idade durante o tratamento. Esta informação pode ajudar a identificar as crianças tratadas de câncer que correm maior risco de futuros problemas dentários.

Resultados

Na coorte de sobreviventes de câncer infantil observou-se um aumento no risco de anomalias do desenvolvimento dentário. Especialmente na quimioterapia e radioterapia combinadas, e particularmente na radiação aplicada à região de cabeça e pescoço, 

Esses resultados podem ajudar a identificar sobreviventes de câncer infantil com alto risco de desenvolvimento de anomalias do desenvolvimento dentário

Isso destaca a importância do atendimento odontológico para indivíduos que receberam tratamento oncológico em idade jovem (0 a 6 anos). Especialmente quando associado à radioterapia, principalmente na região da cabeça ou pescoço.

Nenhum agente quimioterápico específico foi associado mais do que os outros com efeitos colaterais odontológicos. A importância particular do nosso estudo em seu exame transversal de variáveis ​​pode ser reforçada em grandes centros.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fontes: The prevalence of dental developmental anomalies among childhood cancer survivors according to types of anticancer treatment, New study links anticancer treatments to dental anomalies (fonte imagem: Israel National News) 

 

Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Sugestões de leitura

Osteoporose e falha de implante dentário

O artigo traz novas informações para responder à pergunta: pacientes com osteoporose podem apresentar maior risco de falhas em implantes dentários?

Biomaterial para regeneração óssea

Biomaterial desenvolvido a partir da membrana da casca do ovo pode trazer ótimas notícias para o futuro da odontologia

Solução tópica de gabapentina é uma nova e promissora alternativa para o tratamento da síndrome da ardência bucal com risco reduzido de efeitos adversos

Síndrome da ardência bucal: novo tratamento

Conheça uma nova e promissora alternativa para o tratamento da síndrome da ardência bucal com risco reduzido de efeitos adversos

Respingos de instrumentos rotativos durante cirurgia bucal aumentam o risco de infecção

Estudo inédito da Faculdade de Odontologia da Universidade de Minnesota examinou os padrões de contaminação por respingos criados por instrumentos rotativos e de...

Nova tecnologia pode evitar tratamento de canal

Pesquisa recente traz descoberta que pode revolucionar o tratamento de doenças endodônticas, como o conhecido tratamento de canal.

Crescem os números de casos de câncer de língua

Estudo recente alerta para a elevação do número de casos de câncer de língua entre homens e mulheres dede a década de 80...