Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Risco de demência associado ao uso cumulativo de remédios para azia

Estudo publicado na revista Neurology, em 9 de agosto de 2023, sugere que o uso cumulativo de inibidores da bomba de prótons (IBPs), medicamentos usados para tratar azia, refluxo e outros problemas gastrointestinais, está associado a um aumento no risco de demência. Fazem parte dessa classe de medicamentos o Omeprazol, Pantoprazol, Lansoprazol, e outros mais.

O que os pesquisadores descobriram

O estudo analisou dados de mais de 5.700 idosos, com média de idade de 75 anos, que inicialmente não tinham demência. Os participantes foram acompanhados por um período médio de 5,5 anos.

Os pesquisadores descobriram que aqueles que tomaram IBPs por mais de 4,4 anos tiveram um risco 33% maior de desenvolver demência do que aqueles que não tomaram os remédios. O risco foi ainda maior para aqueles que tomaram IBPs por mais de 8,8 anos.

Aspectos adicionais a considerar:

  • O estudo analisou apenas pessoas com 45 anos ou mais. Não está claro se os resultados se aplicam aos mais jovens.
  • O estudo não analisou o tipo de IBP que as pessoas estavam tomando. É possível que alguns IBPs tenham maior probabilidade de aumentar o risco de demência do que outros.
  • O estudo não analisou outros fatores que poderiam contribuir para o desenvolvimento da demência, como tabagismo, obesidade e diabetes.

Como funcionam os IBPs

Os IBPs funcionam bloqueando a produção de ácido no estômago. Isso pode ajudar a aliviar os sintomas de azia, refluxo e outros problemas gastrointestinais. No entanto, os pesquisadores acreditam que o bloqueio prolongado da produção de ácido pode ter efeitos negativos sobre o cérebro.

Inflamação no cérebro

O estudo não conseguiu determinar a causa dessa associação. No entanto, os pesquisadores sugerem que o bloqueio da produção de ácido pode levar à inflamação no cérebro, que pode contribuir para o desenvolvimento de demência.

Mais pesquisas são necessárias

É importante ressaltar que o estudo é apenas observacional, o que significa que não é possível estabelecer uma relação de causa e efeito. Mais pesquisas são necessárias para confirmar essa associação e entender os mecanismos envolvidos.

Se você estiver tomando IBPs, converse com seu médico sobre os riscos e benefícios do medicamento. Você pode considerar outras opções para tratar azia e o refluxo ácido ou outros problemas estomacais.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet


Fonte: Cumulative Use of Proton Pump Inhibitors and Risk of Dementia: The Atherosclerosis Risk in Communities Study

Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Sugestões de leitura

Solução de Fluoreto de Diamina: Redução de até 80% das Cáries em Crianças

Novo estudo descobriu que uma solução barata usada para tratar dentes sensíveis pode ser tão eficaz quanto os selantes dentários na prevenção da...

Aplicações da Inteligência Artificial na Odontologia

A inteligência artificial (IA) já é uma realidade na odontologia, que pode crescer muito nos próximos anos, com muitos benefícios.

Pacientes em uso de Ozempic: quais cuidados o dentista deve ter

Quais cuidados o dentista precisa ter antes da realização de procedimentos com anestesia que exijam sedação profunda

Arma Promissora Contra o Câncer de Boca

A hesperidina, um composto natural, pode ser uma alternativa promissora para o tratamento do câncer de boca, com efeitos colaterais mínimos.

Novo teste para câncer de boca: mais simples, preciso e acessível

Conheça o novo teste que promete o diagnóstico rápido do câncer bucal e que poderá ser realizado na clínica ou consultório odontológico

Broto de bambu: esperança natural contra a cárie dentária?

Cárie dentária é uma preocupação constante para a saúde bucal. Felizmente, pesquisas recentes lançam luz sobre uma possível solução natural para este problema:...