Risco de perda de dentes é maior em diabéticos

Diabete e Odontologia

Embora muitos estudos tenham sido feitos sobre a perda de dentes entre a população em geral, faltam provas científicas sobre a condição em pacientes com diabetes. Para resolver estas limitações, pesquisadores investigaram os dados de mais de 37.500 adultos durante um período de quarenta anos e verificaram que os diabéticos, particularmente hispânicos negros adultos, têm um aumento do risco de perda de dente quando comparados a indivíduos saudáveis.

O estudo, que foi realizado por pesquisadores da Duke University School of Nursing (Escola de Enfermagem da Universidade de Duke), revelou que em geral, diabéticos perderam mais dentes durante o período considerado do que os adultos sem diabetes, independentemente da sua origem étnica. Em média, eles perderam cerca de duas vezes o número de dentes.

Embora a perda de dente aumente com a idade, a taxa de aumento varia por estado de diabetes e etnia. No grupo de não-hispânicos negros adultos, perda de dente aumentou mais rapidamente do que em brancos não hispânicos ou mexicano americanos. Não-hispânicos negros diabéticos perderam o maior número de dentes.

Assim, os pesquisadores concluíram que cuidados dentários adequados e retenção de dente precisam ser melhor promovidos para adultos com diabetes, especialmente entre grupos étnicos minoritários, tanto por profissionais médicos e dentários. Como há indícios crescentes de que a saúde oral está associada com a saúde global, uma abordagem interdisciplinar é necessária para garantir um melhor atendimento e gestão da doença. Por exemplo, tem sido conhecido há décadas que o diabetes tipo 1 e 2 são ambos fatores de risco para doença periodontal.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, diabetes está se tornando mais comum nos Estados Unidos. De 1980 a 2014, o número de americanos com diagnóstico de diabetes quadruplicou. Uma estimativa de 29,1 milhões de pessoas nos EUA (9,3% da população) tem diabetes, incluindo 8,1 milhões de casos não diagnosticados. Em 2010 nos EUA, diabetes foi a sétima maior causa de morte. Taxas de diabetes também são mais elevadas entre a população minoritária dos EUA do que em brancos não hispânicos (13,2 % em negros não hispânicos, 12,8 % em hispânicos e 7,6% em brancos não hispânicos).

Conclusão

O estudo intitulado “Quarenta anos tendências de perda de dentes entre adultos americanos com e sem diabetes mellitus: Uma análise da época – período – coorte,” foi publicado na edição de dezembro da revista Preventing Chronic Disease, uma revista eletrônica peer-reviewed publicada pelo National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion. Dados para o estudo foram obtidos a partir da National Health and Nutrition Examination Survey.

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?