Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Selantes dentários são um método efetivo na redução e prevenção da cárie infantil

    craincDe acordo com um relatório recentemente publicado, compilado pela Associação Dentária Americana (ADA- American Dental Association) com a colaboração da Academia Americana de Odontologia Pediátrica, os selantes dentários são um método efetivo para reduzir e prevenir a cárie infantil. Com base nas descobertas, a ADA atualizou suas recomendações sobre o uso de selantes de fóssulas e fissuras em superfícies oclusais dos molares primários e permanentes.

    Ao revisar 24 artigos publicados desde 1976 até 2016, os pesquisadores descobriram que o uso de selantes pode reduzir cerca de 80 por cento o risco de desenvolvimento de lesões por cáries em superfícies oclusais dos molares permanentes em crianças e adolescentes comparado aos grupos de controle que não tinham selantes, após dois anos de acompanhamento.

    Além disso eles descobriram que crianças e adolescentes com selantes tiveram uma incidência de cárie de 29%, enquanto os sem selantes tiveram uma incidência de 74%, após sete ou mais anos de acompanhamento.

    As descobertas também sugerem que selantes aplicados sobre fóssulas e fissuras dos molares permanentes e primários podem ser mais benéficos comparado à aplicação do flúor, após sete ou mais anos de acompanhamento.

    Selantes dentários: 80% menor propensão a cáries

    “Os selantes são uma terapia comprovada e efetiva para prevenir cavidades em crianças e adolescentes. As doenças bucais podem impactar muitíssimo a concentração e autoestima de uma pessoa e contribuem para as 51 milhões de horas faltadas em escolas todos os anos”, disse o autor-líder Dr. John T. Wright. “O relatório conjunto reafirma que selantes deveriam ser parte rotineira na prevenção das cáries, pois crianças com selantes são 80% menos propensas a cáries comparado com as sem selantes”.

    De acordo com a pesquisa 2011–2012 National Health and Nutrition Examination Survey, quase um quarto das crianças e mais da metade dos adolescentes nos EUA vivenciaram cáries em seus dentes permanentes. Embora o número geral tenha declinado nas últimas décadas, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças estimam que mais de 19 por cento das crianças e adolescentes dos EUA com idade de 2 a 19 anos ainda possuem cáries não tratadas na atualidade.

    O estudo, intitulado “Sealants for preventing and arresting pit-and-fissure occlusal caries in primary and permanent molars”, foi publicado em Agosto na edição da revista Journal of the American Dental Association e na edição de julho/Agosto da revista Pediatric Dentistry.

    As diretrizes de prática atualizadas sobre o uso de selantes de fóssulas e fissuras, criadas para informar os clínicos durante o processo de decisão consultório em relação à prevenção das lesões de cárie oclusal, foram também publicadas em agosto na edição da revista Journal of the American Dental Association.

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Batom antimicrobiano com cranberry pode prevenir herpes labial e outras doenças virais e bacterianas.

      Batom protetor: a solução para o herpes labial

      Batom antimicrobiano com cranberry pode prevenir herpes labial e outras doenças virais e bacterianas.

      Artigo recente destaca a conexão entre a perda de dentes e o maior risco para o desenvolvimento de depressão

      Perda de dentes e depressão. Qual a conexão?

      Artigo recente destaca a conexão entre a perda de dentes e o maior risco para o desenvolvimento de depressão.

      Como se livrar da constipação: dicas práticas

      Saiba como se livrar da constipação incorporando medidas simples e práticas ao seu dia a dia que irão prevenir esse problema

      Como manter um sorriso saudável ao longo da vida

      Dicas de como manter um sorriso saudável ao longo da vida, incluindo medidas preventivas e simples para uma boa higiene bucal

      Má saúde bucal e disbiose: ligação com câncer e doenças sistêmicas

      Estudos recentes mostram que a má saúde oral, ou disbiose oral, pode estar associada a uma série de doenças sistêmicas, incluindo câncer. A...

      Álcool e câncer: a conexão

      Pesquisas recentes evidenciam fortemente a conexão entre o consumo de álcool e o risco aumentado para o desenvolvimento do câncer