As células-tronco dos nervos na origem dos dentes

Uma fonte totalmente inesperada pode explicar a real origem das células-tronco dos dentes.
É o que um artigo recente publicado na 
revista Nature nos traz.

 

Células-tronco dos nervos e a formação dos dentes

As células-tronco dos nervos estão na origem da formação dos dentes.
Esse artigo foi publicado por pesquisadores do 
Karolinska Institutet, na Suécia.
É um dado novo e que pode esclarecer como os dentes são formados, como crescem e como são capazes de se auto-reparar.

Nossa saúde e qualidade de vida estão intimamente ligadas à nossa saúde bucal. Com a idade, nossos dentes se tornam mais suscetíveis a infecções, desgastes e danos.
É importante que os serviços de saúde ajudem as pessoas a manter uma boa saúde bucal.

Já se sabia que a parte viva e mole do dente, ou polpa, além dos tecidos conjuntivos, vasos sanguíneos e nervos, também contém uma pequena reserva de células-tronco.

Essas células-tronco são capazes de reparar o dente quando ele sofre um dano.
Elas auxiliam na reforma do tecido dental duro e mole.
Os pesquisadores há muito discutem a origem dessas células-tronco.

Ao estudar os dentes de ratos, os pesquisadores por trás deste novo estudo foram capazes de mapear o destino de células individuais.

Foram identificadas células-tronco até então desconhecidas. Essas, surpreendentemente, pertenciam aos nervos do dente. Esses nervos estão associados à extrema sensibilidade do dente à dor​.​

Os pesquisadores descobriram que as células jovens, que no início fazem parte das células de suporte neural, ou da glia, deixam os nervos em um estágio inicial do desenvolvimento fetal.

As células mudam de identidade e se tornam tecidos conjuntivos na polpa dentária e odontoblastos.
Ou seja, as células que produzem a dentina dura sob o esmalte.

Hoje não temos a possibilidade de fazer crescer novos dentes em adultos, mas a descoberta desta nova categoria de células-tronco é um passo importante rumo ao conhecimento e à tecnologia necessária para torná-la uma possibilidade futura.

Células-tronco dos nervos

O fato de as células-tronco estarem disponíveis nos nervos é altamente significativo.
Essa não é uma característica exclusiva do dente.

Os resultados indicam que os nervos periféricos, que se encontram basicamente em todos os lugares, podem funcionar como importantes reservas de células-tronco.

A partir dessas reservas, as células-tronco multipotentes podem partir dos nervos e contribuir para a cura e reforma dos tecidos em diferentes partes do corpo, diz Igor Adameyko, do Departamento de Fisiologia e Farmacologia, que chefiou o estudo com Kaj Fried.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet
Fonte: Karolinska Institutet

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?