Como escovar os dentes corretamente

Como escovar os dentes da forma correta

A maioria de nós escova os dentes no piloto automático.

Então vamos parar e perguntar: você está fazendo isso corretamente?

Por dois minutos inteiros?

Você usa o tipo correto de escova e pasta de dente?


Você sabia que deveria cuspir, não enxaguar após a escovação?


E escovar logo após comer alimentos ácidos, como cítricos, pode prejudicar os dentes?


Aqui, vamos responder cinco perguntas comumente feitas ao dentista.

1. Estou escovando corretamente?

Para começar, certifique-se de escovar os dentes e as gengivas sempre após as refeições.

A escovação remove a placa bacteriana, a massa bacteriana cinza-esbranquiçada que adere à superfície do dente e da gengiva.

Na falta de escovação, as bactérias da placa se multiplicam e começam a amadurecer.

A placa madura forma uma massa arquitetonicamente complexa com seu próprio sistema de esgoto.

A placa se alimenta dos alimentos que ingerimos, principalmente carboidratos (doces e salgados) para reforçar e construir uma estrutura complexa que libera ácidos e subprodutos gasosos e mal cheirosos (esgoto da placa).

Placa madura em seus dentes e superfícies gengivais pode levar a cáries e doenças gengivais.

As cáries se formam em nossos dentes quando o mineral em nosso esmalte e, eventualmente, a dentina, se dissolve para neutralizar os ácidos da placa. Com o tempo, o dente amolece e cai.

Toda vez que você escova, impede que as bactérias da placa se alimentem de sua comida, se multipliquem e amadureçam. Placa madura misturada com mineral em sua saliva forma o cálculo ou tártaro.

O tártaro só pode ser removido completamente por um dentista através do ferramental apropriado.

Não escovar antes de dormir é especialmente arriscado; o fluxo de saliva reduz e a comida presa entre os dentes fermenta, criando uma

placa de Petri perfeita para o crescimento da placa. É aqui que o fio dental ou o uso de limpadores interdentais cônicos podem ajudar.

Certifique-se de limpar os dentes na parte de trás da boca e não se apresse. A Australian Dental Association recomenda escovar por ao menos dois minutos.

 

2. Como cuidar das gengivas e prevenir o mau hálito?

O mau hálito pode ser causado por doenças gengivais.

Após duas a três semanas de má escovação, a placa madura faz com que as gengivas inchem, fiquem vermelhas e sangrem facilmente.

Isso ocorre porque os vasos sanguíneos da gengiva vazam células de combate imunes para tentar destruir a placa.

Mas o sistema de defesa da placa repele o ataque. Tudo o que seu corpo joga contra ele ricocheteia e começa a afetar o osso que segura os dentes na cabeça.

Este processo é conhecido como doença gengival avançada ou doença periodontal.

Acontece lentamente e sem dor. À medida que as gengivas retraem, os dentes parecem alongados.

Sem tratamento, os dentes podem ficar doloridos, afrouxar e até cair.

É por isso que é importante fazer um check-up odontológico regular e escovar e usar fio dental com regularmente.

 

3. Que tipo de escova de dentes devo usar?

Australian Dental Association recomenda o uso de uma escova de dentes com cabeça pequena e cerdas macias.

Alguns de nós somos excelentes escovadores de dentes manuais, mas muitos se beneficiariam usando uma escova de dentes elétrica.

Por quê?

A mesma razão pela qual trocamos a vassoura por um aspirador de pó.

É mais rápido, eficiente e faz um trabalho melhor — desde que você passe a superfície rotatória sobre as superfícies que precisa limpar. Apontar para os dentes, bem como gengivas.

Escovas de dentes elétricas vêm com vários recursos para atender a diferentes orçamentos e necessidades.

Por exemplo, alguns têm um sinal de alerta embutido para evitar que você escove com tanta força que desgasta os dentes e gengivas.

4. Quando se deve adiar a escovação?

Geralmente, deve se aguardar pelo menos 30 minutos após consumir alimentos e bebidas ácidas.


Em caso de dúvida, verifique o rótulo dos alimentos, pois existem muitos ácidos diferentes em nossa dieta.


Os ácidos degradam o esmalte e a dentina.

E se não dermos tempo suficiente à nossa saliva para neutralizar os ácidos, a superfície amolecida do dente pode se danificar quando escovamos.

5. Que tipo de pasta de dente devo usar?

Busque simplicidade e mantenha-se no básico. Selecione um creme dental que contenha flúor.

O flúor preenche e reforça as lacunas microscópicas em nossos dentes para criar uma barreira resistente a ácidos.

Também forma uma superfície antiaderente para evitar que a placa se fixe e amadureça.

Cuspir e não enxaguar no final; evitar o enxágue significa que você recebe um tratamento com flúor toda vez que escova.

E os cremes dentais clareadores?

Os cremes dentais branqueadores podem ter abrasivos fortes que desgastam a superfície do dente e causam sensibilidade.

A maioria das partículas de manchas em nossos dentes naturais se esconde em lacunas microscópicas no esmalte.

A maneira mais eficiente e menos destrutiva de remover essas manchas é usando produtos clareadores à base de peróxido em procedimentos de clareamento realizados no consultório odontológico.

Converse com seu dentista sobre as opções e desconfie de clareamentos caseiros ou truques. E lembre-se, o clareamento não mudará a cor de dentaduras, coroas, facetas ou obturações.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fontes: Brushing teethHow to brush your teeth properly

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Nova estratégia para prevenção e tratamento da cárie dentária

Uma das infecções mais comuns relacionadas ao biofilme é a cárie dentária, que afeta uma população de mais de 60% das crianças e...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?