Como melhorar a saúde bucal por meios naturais

Melhorando a saúde bucal através de meios naturais

A gengivite é uma forma comum e branda de doença gengival.

Normalmente surge como consequência do acúmulo da placa bacteriana nos dentes.

A gengivite pode muitas vezes ser tão leve que pode não causar sintomas perceptíveis.

Mas se não for tratada, pode eventualmente evoluir para uma forma mais grave de doença gengival, a chamada periodontite.

A gengivite também pode levar à perda dentária.

Causas e sintomas

A gengivite é consequência na maioria das vezes de uma má higiene bucal.

Deixar de escovar os dentes, usar fio dental ou consultar um dentista regularmente pode resultar no endurecimento da placa – um filme pegajoso feito de bactérias – em uma substância mais resistente chamada tártaro.

E quanto mais tempo o tártaro ficar na boca, mais tempo as bactérias podem produzir toxinas que irão irritar a gengiva.

A seguir seguem listadas outras condições que podem favorecer o surgimento da gengivite:

  • Alterações hormonais – Alterações hormonais que ocorrem durante a puberdade, menstruação, menopausa e gravidez podem fazer com que as gengivas fiquem mais sensíveis, aumentando o risco de inflamação.
  • Doenças – Certas doenças, incluindo diabetes e câncer, podem aumentar o risco do desenvolvimento de gengivite.
  • Remédios – Tomar certos medicamentos, incluindo anticonvulsivantes e anti-anginosos, pode levar ao crescimento anormal do tecido gengival, que pode posteriormente levar a sangramento e inflamação.
  • Tabagismo – O tabagismo enfraquece o sistema imunológico, o que dificulta o combate à infecção nas gengivas. Fumantes regulares tendem a desenvolver gengivite com mais frequência do que os não fumantes.

Remédios naturais

A gengivite pode ser prevenida e tratada no seu início através de recursos naturais. Se um indivíduo com gengivite iniciar medidas de tratamento em um estágio inicial, a condição provavelmente não irá evoluir para seu estágio mais grave.

Abaixo estão cinco recursos naturais para prevenir e combater a gengivite:

1. Vitamina C

A vitamina C fortalece a gengiva e o tecido mole na boca. Também fortalece o sistema imunológico para que possa se proteger melhor de problemas bucais como a gengivite. Além disso, a vitamina C evita o afrouxamento e perda dental.

A vitamina C é encontrada principalmente em frutas cítricas como laranjas, limões, acerola e goiaba. Também está presente em muitos vegetais verdes como espinafre e brócolis.

2. Vitamina D

A vitamina D é um agente anti-inflamatório seguro e eficaz. Portanto, a ingestão suficiente de vitamina D na sua alimentação diária pode ajudar a tratar a inflamação ligada à gengivite. A vitamina D também ajuda a fortalecer os dentes.

O corpo produz naturalmente vitamina D quando é exposto à luz solar. Mas a vitamina D também pode ser encontrada em peixes gordurosos, mariscos, ovos e cogumelos.

3. Coenzima Q10

A Coenzima Q10 (CoQ10) é um antioxidante que o corpo produz naturalmente. As células usam essa substância para crescimento, manutenção e energia. Pesquisas mostram que pessoas com gengivite tendem a apresentar deficiência de CoQ10, sugerindo que o antioxidante desempenha um papel importante na saúde bucal e na prevenção da gengivite.

As principais fontes alimentares de CoQ10 incluem peixes gordurosos, grãos integrais e carnes de órgãos como fígado bovino. Manter uma dieta equilibrada já é o suficiente para evitar deficiência de CoQ10 e gengivite. Mas alguns indivíduos podem precisar de suplementação, como em certas condições de saúde, quando usarem estatinas ou seguirem uma dieta específica.

4. Romã

A romã *(Punica granatum) apresenta propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. Como tal, pode ajudar a impedir o acúmulo de placa e a consequente inflamação da gengiva.  A romã também ajuda a fortalecer a gengiva.

5. Probióticos

Os probióticos são mais conhecidos por seu papel na promoção da saúde intestinal. Estudos recentes mostram que os probióticos também sustentam a saúde bucal.

Estudo recente demonstra a ação benéfica dos probióticos no combate ao Sreptococcus mutans, um dos principais vilões da boa saúde bucal.

Resumindo

A gengivite pode ser leve e não manifestar sintomas. Mas deve ser tratada o mais rápido possível para evitar que ele progrida e evolua para problemas bucais mais graves, como a periodontite.

O conhecimento e adoção de recursos simples e naturais pode ajudar a prevenir e tratar problemas que irão assegurar uma boa saúde bucal.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

Fontes: Natural remedies for gingivitis and avoid the loss of teeth, Broccoli – sources, health benefits, nutrients, Vitamin D sources, health benefits and uses, Statins’ effect on plasma levels of Coenzyme Q10 and improvement in myopathy with supplementation, Pomegranate Seeds – sources, health benefits, A Highly Arginolytic Streptococcus Species That Potently Antagonizes Streptococcus mutans

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?