Conheça a planta medicinal que reforça o sistema imunológico

Em 1805, quando os pioneiros avançavam rumo ao interior dos EUA, Meriwether Lewis e William Clark encontraram uma margarida arroxeada que os nativos das Grandes Planícies chamavam de “cura para todos os males”.

A dupla aprendeu como a planta era usada para tratar de mordidas de cães loucos e serpentes até pequenos males do dia a dia. Os efeitos eram tão significativos que a dupla de exploradores enviou amostras da margarida para Thomas Jefferson, que era botânico e então presidente dos Estados Unidos – o que definitivamente ajudou a torná-la conhecida.

Hoje, conhecemos a afamada margaridinha como Equinácea ( Echinacea angustifolia ), uma das plantas medicinais mais populares nos Estados Unidos e na Europa devido à sua capacidade de combater gripes e resfriados e reforçar o sistema imunológico humano.

De acordo com o professor Kelly Kindscher, da Universidade do Kansas (EUA), a planta reforçadora do sistema imunológico passou recentemente por um ensaio clínico na Europa demonstrando que é tão eficaz quanto o medicamento Tamiflu, mas é mais segura.

Kindscher que acaba de lançar um livro sobre a Equinácea, chamado Echinacea – Herbal Medicine with a Wild History (Equinácea – Medicina Herbal com uma História Selvagem, em tradução livre), ainda não publicado no Brasil.

Equinácea

Além de repassar todo o saber científica sobre a Equinácea, o pesquisador lamenta que ela desperte tão pouco interesse entre os profissionais de saúde, que preferem receitar remédios que geralmente custam mais e trazem um maior risco de efeitos colaterais.

“A maioria das boas pesquisas sobre Equinácea vem de pesquisadores na Europa, embora ela seja nativa da América do Norte. Nos EUA, nós não temos interesse na medicina integrativa, nós apenas usamos produtos farmacêuticos. Na Alemanha, você encontrará Equinácea atrás do balcão da farmácia, aqui nos Estados Unidos você vai encontrá-la junto com Coca-Cola e Pampers, não atrás do balcão.

“Este é o problema com os medicamentos fitoterápicos – você pode falar sobre eles, mas os médicos não os prescrevem como remédio. Pode-se usar a internet ou ir a qualquer lugar e encontrar muitos produtos fitoterápicos bons (e alguns ruins também). A Equinácea é um dos bons e o melhor como uma tintura – um extrato de álcool e água – disponível em lojas de produtos alimentícios e farmácias,” disse Kindscher.

Alertas

O uso da equinácea deve ser restrito, no máximo, a somente 8 semanas de uso contínuo pois poderá causar danos hepáticos além de não ser administrada em doenças como tuberculose, esclerose múltipla, síndrome da imunodeficiência adquirida, infecções oportunistas em síndrome da imunodeficiência adquirida e doenças autoimunes.

Interações

Quando administrada, concomitantemente, com esteroides anabolizantes, metotrexato, cetoconazol e amiodarona, o risco de hepatotoxicidade será aumentado. Sendo uma planta que estimula o sistema imunológico, a equinácea não deverá ser administrada com fármacos imunossupressores.

Contra-indicações

É contra-indicada a pacientes em uso de medicamentos antiretrovirais ou pacientes em tratamento para o câncer.
Podem alterar o efeito terapêutico dos anticancerígenos por potencializar a toxicidade ou diminuir a sua eficácia.
Pode diminuir a eficácia e segurança de antibióticos, e portanto seu uso é contra-indicado durante o tratamento.

Onde encontrar

A Equinácea pode ser encontrada na forma de tintura em farmácias de manipulação ou nas demais farmácias com o nome comercial Enax® na forma de comprimidos revestidos ou líquido.

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?