Creme dental, identificador de placa, pode diminuir risco de doença cardíaca e AVC

Especialistas em saúde de todo o mundo concordam que a saúde bucal e as doenças inflamatórias, como doença cardiovascular e derrame cerebral, estão correlacionadas. Um estudo recentemente publicado mostrou que usuários de creme dental que identifica placa no dente também exibiram baixo nível do marcador de doença cardíaca, sugerindo que a pasta de dente resultou estatisticamente em reduções significativas da placa dental e inflamação através do corpo.
 
No estudo, 61 indivíduos saudáveis (com idade de 19 a 44 anos) foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Enquanto um grupo (31 pessoas) usou creme dental que identifica placa por 60 dias, o segundo grupo (30 pessoas) usou um creme dental placebo pelo mesmo período. Para avaliar a placa dental, todos os participantes usaram um enxaguante bucal fluorescente, e fotografias intraorais foram tiradas sob luz negra.
 
Uma análise mostrou que o creme dental que identifica placa reduziu o resultado médio de placa em 49 por cento comparado a 24 por cento de redução do grupo placebo. Em adição, testes de laboratório em um grupo pré-especificado de 38 participantes descobriram que pasta de dente que identifica placa reduz os níveis de proteína C reativa ultrassensível elevada (PCR-us), um marcador sensível de ataque cardíaco e derrame futuro, em 29 por cento, enquanto os níveis de PCR-us aumentaram em 25 por cento em indivíduos que utilizaram pasta de dente placebo.
 

Tecnologia Targetol

 
Plaque HD, o creme dental usado neste estudo, foi apresentada no início de 2016. Ela incorpora tecnologia “Targetol Technology”, que contém agentes completamente naturais e de plantas, e colora qualquer placa, portanto, ajuda os usuários a remover até quatro vezes mais placa do que as pastas de dente convencionais.
 
Os pesquisadores concluíram que a redução observada apoia a hipótese de que a Plaque HD pode reduzir o risco de doença cardiovascular. Entretanto, um experimento randômico de grande escala com tamanho e duração suficientes é necessário para averiguar os resultados, eles declararam.
 
O estudo, intitulado “ Randomized trial of plaque identifying toothpaste: Dental plaque and inflammation ”, foi publicado on-line em 19 de outubro na revista American Journal of Medicine antes da versão impressa. Foi conduzido na Universidade Florida Atlantic nos EUA.

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?