Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Gengivite pode estar ligada a risco aumentado de depressão

    A conexão gengivite e depressão

    De acordo com um estudo recente publicado no Journal of Psychiatric Research, pacientes com gengivite crônica apresentam quase o dobro do risco de desenvolver depressão do que aqueles com gengivas saudáveis.

    Os autores da pesquisa analisaram pacientes com 14 anos ou mais que foram diagnosticados com gengivite crônica no Reino Unido.

    Cerca de 16% das pessoas com gengivite crônica foram diagnosticadas com depressão em 10 anos, em comparação com 9% das pessoas sem gengivite crônica.

    Conforme os pesquisadores, “foi demonstrado que a saúde mental pode ter um impacto negativo na saúde bucal e que os componentes biológicos e mecanismos comportamentais que estão ligados à depressão podem ter um efeito adverso na saúde periodontal. Porém, pouco se sabe sobre a associação inversa”.

    Estudo realizado em pacientes do Reino Unido

    O estudo foi conduzido entre janeiro de 2000 e dezembro de 2016. Ele se focou em indivíduos que receberam um diagnóstico de gengivite crônica em um dos 256 consultórios odontológicos gerais do Reino Unido. Os autores excluíram pacientes com diagnóstico de outras categorias de doenças mentais, como esquizofrenia, transtornos de humor e ansiedade.

    Para comparar a incidência de depressão, eles usaram um banco de dados sobre prescrições e diagnósticos de medicamentos e dados médicos e demográficos básicos, 6.544 pacientes com gengivite crônica e 6.544 pacientes sem gengivite crônica foram incluídos na análise.

    No total, 16,3% das pessoas com gengivite crônica e 8,8% sem gengivite crônica receberam o diagnóstico de depressão em 10 anos. A equipe de pesquisa, liderada por Lisa Lotta Cirkel, descobriu uma relação positiva e significativa entre as duas condições, pois os pacientes com gengivite crônica tinham 1,82 vezes mais probabilidade de desenvolver depressão.

    Esses resultados são válidos para homens e mulheres e para todas as faixas etárias, exceto aqueles com mais de 65 anosA relação entre gengivite e depressão subsequente foi especialmente notável em pacientes entre 21 e 50 anos. “Parece haver uma forte associação entre os jovens adultos”, afirmam os autores.

    A conexão Gengivite e Depressão

    Uma resposta imuno inflamatória pode ser o gatilho entre a gengivite e a depressão, observam os autores. A inflamação está ligada à neuroinflamação e à síntese prejudicada de serotonina. “Restrições na higiene oral e no uso de próteses, bem como dor e halitose, podem estar associadas a sintomas depressivos”, afirma Cirkel e o restante dos pesquisadores.

    Os autores acreditam que este é até o único estudo até o momento estudando a gengivite como fator de risco para depressão no Reino Unido. E isso significa que faltam pesquisas para comparar os resultados. Na verdade, os autores afirmam que, se tivessem mais informações, poderiam ter criado uma análise mais detalhada.

    Finalmente, os pesquisadores argumentam que “a conexão entre essas duas doenças merece mais atenção dos grupos profissionais de estudos, e é importante entender que ambas podem influenciar uma à outra.”

    Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

    Fonte: Relationship between chronic gingivitis and subsequent depression in 13,088 patients followed in general practices

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

      Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

      Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Saúde das Gengivas: cuidados essenciais

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Derrame e saúde bucal: conheça a ligação

      Derrame e saúde bucal estão diretamente relacionados, é o que nos revela um estudo científico recente. Cuidar da saúde bucal é imprescindível.

      Hipersensibilidade dental

      Hipersensibilidade dental: como prevenir e aliviar

      Conheça dicas práticas do que você pode fazer para prevenir e aliviar a desagradável hipersensibilidade dental

      Síndrome da Boca Ardente: nova esperança para o alívio

      Você sente uma sensação crônica de queimação na boca sem causa aparente? Nesse caso, você pode ser uma das muitas pessoas que sofrem...