Magnésio pode evitar câncer de pâncreas

 
O diabetes é considerado um fator de risco para o câncer pancreático e o magnésio é inversamente associado ao diabetes. Pesquisadores da Universidade de Indiana em Bloomington pretendiam descobrir se o magnésio podia ou não evitar o desenvolvimento do câncer pancreático. Eles analisaram dados de mais de 66 mil participantes (com idade entre 50 e 76 anos) do estudo “Vitamins and Lifestyle”. Desses, 151 haviam desenvolvido câncer pancreático.
 
Os pesquisadores analisaram a associação direta entre câncer pancreático e ingestão de magnésio, e se idade, IMC, sexo, uso de medicação anti-inflamatória não esteroide ou suplementos de magnésio tinham participação na doença. Achados mostraram que a cada redução de 100 miligramas na ingestão de magnésio, o risco de câncer pancreático aumentava em 24 por cento. Idade, IMC, sexo e uso de medicação anti-inflamatória não esteroide não causavam impacto; a conexão ficou limitada às pessoas que tomavam suplementos de magnésio.
 

Conclusão

“Para aqueles com maior risco de câncer pancreático, incluir um suplemento de magnésio à dieta pode ser benéfico na prevenção dessa doença”, disse o líder do estudo Daniel Dibaba. A população em geral deve procurar ter quantidades suficientes de magnésio em sua dieta.

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?