Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    O que fazer após uma extração dental

    Cuidados após uma extração dental

    Após uma extração dental, procure relaxar ao longo do dia.

    Faça o mínimo de exercício possível, e descanse o máximo que puder. Mantenha a cabeça erguida para evitar qualquer sangramento.

    Estes são os principais cuidados e recomendações.

    Precações a tomar

    Evite alimentos quentes ou bebidas até que o efeito do anestésico passe.

    Isso é importante, pois você não pode sentir dor corretamente e pode queimar ou escaldar sua boca.

    Também tenha cuidado para não mastigar sua bochecha. Este é um problema bastante comum, que pode acontecer quando não há a devida percepção pelo contato.

    Quando for descansar, tente manter sua cabeça mais alta para a primeira noite usando um travesseiro extra, se possível.

    Também é uma boa ideia usar uma fronha velha, ou colocar uma toalha no travesseiro, no caso de você sangrar um pouco.

    Posso lavar a boca?

    Não fique tentado a enxaguar a área durante as primeiras 24 horas.

    É importante não interferir no processo natural de cicatrização, e você deve ter cuidado para não danificar o coágulo de sangue formado.

    Procure não mastigar do lado da arcada dentária correspondente, e também evitando contato com a língua.

    São cuidados importantes para se prevenir o risco de infecção local, que irá afetar a cicatrização.

    O que mais se deve evitar nas primeiras 24 horas

    Evite o álcool por ao menos 24 horas, pois a bebida alcoólica pode favorecer o sangramento e retardar a cicatrização. Coma e beba comida morna normalmente, mas evite mastigar na área correspondente ao local da extração dental.

    Quando devo escovar os dentes?

    É fundamental manter a escovação dental, especialmente após um procedimento de extração.

    Procure apenas tomar muito cuidado ao higienizar os dentes próximos ao local da extração dental evitando ao máximo qualquer contato.

    E se houver sangramento?

    A primeira coisa a lembrar é que pode haver algum sangramento leve para o primeiro dia.

    Muitas pessoas estão preocupadas com a quantidade de sangramento.

    Isso se deve ao fato de que uma pequena quantidade de sangue é misturada com uma quantidade maior de saliva, que pode parecer uma condição mais dramática do que realmente é.

    Se notar sangramento, não enxágue, mas aplique pressão no local da extração. Morda firmemente em um pedaço dobrado de algodão limpo por pelo menos 15 minutos. Certifique-se do chumaço e algodão seja posicionado diretamente sobre o local de extração e que o mesmo, seja substituído, quando necessário.

    Se o sangramento não parar após um período de uma ou duas horas, entre em contato com seu dentista.

    O fumante questiona: quando posso fumar?

    É importante não fazer nada que aumente sua pressão sanguínea, pois isso pode levar a mais sangramento.

    Recomendamos que você evite fumar o máximo que puder depois de uma extração, medida que deve se estender ao menos pelas primeiras 24 horas.

    O que o paciente pode fazer para auxiliar na aceleração da cicatrização após a extração?

    Pessoas diferentes se recuperam em velocidades distintas após uma extração. É importante manter sua boca e o local de extração o mais limpo possível, certificando-se de que o local da extração seja mantido longe de todos os alimentos e detritos.

    Não enxágue nas primeiras 24 horas, e isso ajudará no processo de cicatrização.

    Após esse tempo use um enxaguante bucal de água salgada, que ajuda no processo cicatricial.

    Uma colher de chá de sal em um copo de água morna já é suficiente. Usar essa solução de forma suave ao redor da do local da extração umas duas vezes ao dia.  Um cuidado simples que poderá ajudar na limpeza e cicatrização.

    Continue assim por pelo menos uma semana ou enquanto o seu dentista lhe orientar.

    É importante manter uma dieta saudável e suplementar com vitamina C, que ajudará na sua recuperação.

    O paciente se queixa de dor, o que deve tomar?

    Evite tomar analgésicos de forma desnecessária.

    Se, no entanto, as dores forem intensas, o que você normalmente tomaria para dor de cabeça deve ser suficiente.

    No entanto, siga sempre as instruções do laboratório fabricante e, em caso de dúvida, converse primeiro com o seu dentista.

    Não tome aspirina (AAS), que pode acelerar e até agravar o sangramento.

    Há algum medicamento a ser evitado?

    Como dissemos, é importante não usar nada que contenha aspirina, pois isso pode causar e acelerar o sangramento. Isso acontece porque a aspirina tem ação anticoagulante.

    Os portadores de asma devem evitar o alívio da dor baseado em medicamentos contendo Ibuprofeno.

    Verifique novamente com seu dentista se você está preocupado ou sente que necessita de um aconselhamento profissional.

    Pílulas anticoncepcionais podem interferir na capacidade do seu corpo de coagular após um procedimento odontológico. Se você usa estrogênio, solicite ao dentista para agendar a cirurgia durante um período em que você esteja recebendo os níveis mais baixos do hormônio e durante os primeiros 22 dias do ciclo menstrual (quando o estrogênio é provavelmente menos ativo).

    A formação de coágulos sanguíneos também pode ser impedida em indivíduos com maxilar denso, infecção pré-existente (ou seja, doença periodontal) ou presença de excesso de bactérias na boca.

    Certos hábitos (ou seja, fumar, enxaguar ou usar um canudo) também podem levar à expulsão de um coágulo de sangue da cavidade do dente.

    A dor persiste, o que pode ser?

    Quando um dente é removido, um coágulo de sangue se forma naturalmente no orifício no osso deixado para trás dias após a extração. O coágulo sanguíneo se forma para fornecer proteção aos nervos e ossos por baixo, permitindo que o processo cicatricial aconteça.

    No entanto, se o coágulo de sangue desaparecer (ou se deslocar), pode ocorrer alvéolo seco quando os nervos e os ossos são repentinamente expostos a todos os tipos de irritantes dolorosos, incluindo alimentos, fluidos e até mesmo ar. Infelizmente, a cavidade seca também deixa a área de extração sujeita a infecções e dores terríveis.

    Sintomas de soquete seco

    Dizer que a cavidade seca é dolorosa é um eufemismo para quem já passou por essa condição. E embora o desconforto e a sensibilidade após um procedimento odontológico possam ser comuns, a cavidade seca é uma dor intensa que não se desaparece dentro de alguns dias.

    Os sintomas adicionais de cavidade seca incluem um gosto desagradável na boca, mau hálito e uma dor característica que se irradia para o ouvido. Você também pode ver visivelmente um alvéolo seco se olhar no orifício deixado por um dente extraído. Você provavelmente verá o osso branco exposto na base do orifício, e não um coágulo de sangue escuro que deveria estar presente como proteção.

    Tratamento de Soquete Seco

    Se a dor persistir, você deve consultar seu dentista imediatamente. Se for diagnosticado alvéolo seco, seu dentista pode agendar consultas de acompanhamento para limpar e tampar o alvéolo com um curativo especial para ajudar no processo de cicatrização e aliviar a dor.

    Seu dentista também pode prescrever um medicamento anti-inflamatório não esteroide para aliviar a dor. Em caso de suspeita de infecção, seu dentista também pode prescrever um anti-séptico bucal ou antibióticos orais.

    Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware,  no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

    Fontes: Oral Health Foundation, NCMHCSO

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Diabetes e doença gengival – a conexão

      Estudos recentes reforçam a constatação de que diabetes e doença periodontal, como periodontite, estão diretamente ligados.

      Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

      Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

      Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Saúde das Gengivas: cuidados essenciais

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Derrame e saúde bucal: conheça a ligação

      Derrame e saúde bucal estão diretamente relacionados, é o que nos revela um estudo científico recente. Cuidar da saúde bucal é imprescindível.

      Hipersensibilidade dental

      Hipersensibilidade dental: como prevenir e aliviar

      Conheça dicas práticas do que você pode fazer para prevenir e aliviar a desagradável hipersensibilidade dental