Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    O que são as perigosas comidas inflamatórias?

    Comidas inflamatórias, um tempo que à princípio pode soar estranho. No entanto, vem se tornando comum no linguajar de muitos especialistas.

    Você pode ter ouvido seu médico ou dentista lhe dizer da importância de adotar uma dieta baseada em vegetais e evitar alimentos processados, refinados e açucarados.

    Agora, um novo estudo destaca a importância dessa recomendação.

    Essa pesquisa assegura que comidas inflamatórias podem de fato provocar aumento da inflamação no organismoDietas com esse perfil estão associadas a um maior risco de doenças cardiovasculares e AVC.

    Os dados para o estudo vieram dos Nurses ‘Health Studies I e IIForam analisadas mais de 210.000 pessoas a partir de 1986. Incluiu até 32 anos de acompanhamento.

    Estudos prévios demonstraram que seguir uma dieta mais baseada em vegetais, como a dieta mediterrânea, reduz o risco de inflamação ao longo do tempo.

    A pesquisadora Jun Li, de Harvard, assegura que as descobertas foram consistentes em diferentes coortes e entre homens e mulheres.

    Potencial inflamatório

    Segundo a pesquisadora, “O potencial inflamatório foi significativamente associado à maior incidência de doenças cardiovasculares. Isso em comparação com os 20 por cento da população do estudo que consumiu a maior parte da dieta anti-inflamatória”.

    Já a parcela da população do estudo que consumiu a dieta mais pró-inflamatória tiveram 46% mais probabilidades de desenvolver doenças cardíacas e 28% mais de desenvolver derrames.

    Embora as descobertas sejam claras, pesquisas adicionais podem ajudar a validar a relação entre certos alimentos e a inflamação.

    Segundo Jun Li, o público analisado foram apenas enfermeiras e profissionais de saúde. A população analisada nesse estudo era principalmente branca. Por isso é importante estender e replicar esses achados em outras populações, afirmou ela. Estão sendo realizadas análises semelhantes em outras coortes com proporções mais altas de participantes afro-americanos e hispânicos.

    O que são comidas inflamatórias e o que não são

    Muitos alimentos da dieta dos dias atuais causam inflamação e podem levar a problemas cardiovasculares no futuro. Dentre as principais comidas inflamatórias estão as bebidas açucaradas, carnes processadas e grãos refinados.

    “Em relação a este estudo, eu diria ser melhor reduzir a ingestão de alimentos refinados, especialmente aqueles fritos, carne vermelha, processada e orgânica, e bebidas açucaradas”, disse Li.

    Em suma, seguir uma dieta rica com frutas e vegetais, com grãos inteiros e proteínas saudáveis, é melhor para sua saúde do que comer alimentos refinados e processados. Aliás, uma recomendação dada por muitos profissionais de saúde há anos.

    Alimentos integrais, com baixo teor de gordura e à base de plantas, são conhecidos por serem anti-inflamatórios. Também não é surpresa que alimentos como bebidas açucaradas, carnes, queijos, alimentos gordurosos e assim por diante estejam associados a resultados piores.

    É apenas mais um sinal em todo o barulho que está por aí que a dieta é uma parte superimportante de nossa abordagem para cuidar bem das pessoas.
    Ter e manter uma alimentação baseada em vegetais, com baixo teor de gordura e alimentos integrais é realmente poderosa.

    Como encontrar motivação

    O fato de as dietas à base de vegetais serem mais saudáveis do que as ricas em alimentos processados não é exatamente uma descoberta nova.

    Comidas inflamatórias são apreciadas e consumidas diariamente por grande parte das pessoas. Não é por acaso que doenças cardíacas continuam sendo a principal causa de morte nos Estados Unidos.

    Embora comer um hambúrguer com batatas fritas e acompanhá-los com um refrigerante possa ser mais prezeroso do que comer uma salada no curto prazo, pensar a longo prazo pode fazer toda a diferença.

    As pessoas estão dispostas a fazer quase tudo para ficarem saudáveis. Muitas das vezes tomando suplementos e pílulas aleatórios e bizarros.
    Buscar soluções simples na forma de remédios milagrosos quase sempre é sinal de frustração e perda de dinheiro.

    O melhor e mais importante de todos os remédios é a mudança do estilo de vida. Afinal, a alimentação que traz malefícios ou benefícios a sua vida é aquela que você coloca em seu prato todos os dias.

    O estilo de vida saudável é uma receita simples. É composta destes elementos: dieta predominantemente vegetal, prática de exercícios regulares, saber lidar com o estresse e dormir o suficiente. Aqui no blog Dentalis em um artigo do ano de 2016 já demos uma lista de alimentos saudáveis e funcionais.

    Essas coisas combinadas fariam a incidência de doenças crônicas diminuir grandemente no mundo todo.

    Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

    Fontes: Journal of the American College of CardiologyThe JournalCDCVeritas Health

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Diabetes e doença gengival – a conexão

      Estudos recentes reforçam a constatação de que diabetes e doença periodontal, como periodontite, estão diretamente ligados.

      Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

      Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

      Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

      Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Saúde das Gengivas: cuidados essenciais

      Aprenda sobre a importância da saúde das gengivas e conheça dicas essenciais para mantê-las saudáveis ao longo da vida.

      Derrame e saúde bucal: conheça a ligação

      Derrame e saúde bucal estão diretamente relacionados, é o que nos revela um estudo científico recente. Cuidar da saúde bucal é imprescindível.

      Hipersensibilidade dental

      Hipersensibilidade dental: como prevenir e aliviar

      Conheça dicas práticas do que você pode fazer para prevenir e aliviar a desagradável hipersensibilidade dental