Obesidade e fator genético podem contribuir na progressão da doença periodontal

Estudos indicaram que indivíduos com alto Índice de Massa Corporal (IMC) são mais propensos a desenvolver doença periodontal do que os demais. Estar com sobrepeso ou obeso pode afetar negativamente a resposta à terapia periodontal não cirúrgica. Em concordância a essas descobertas, um estudo recentemente publicado tem sugerido que pacientes com sobrepeso ou obesos, em particular do sexo masculino, que carregam uma variante genética específica possuíram o risco de desenvolver periodontite ainda mais aumentado.

Com o objetivo de avaliar se padrões específicos de variantes genéticas da interleucina (IL-1), conhecido por afetar a severidade da periodontite, influenciam a associação entre obesidade e progressão subsequente da periodontite, o DNA foi coletado em 292 homens (com idade de 29–64 anos) . Os participantes tiveram parâmetros dental e antropométrico coletados em examinações múltiplas, aproximadamente a cada três anos por até 27 anos.

Genética, obesidade e doença periodontal

A análise mostrou interações significativas entre as variações genéticas da IL-1 e traços relacionados à obesidade no prognóstico de progressão da doença periodontal. Participantes que eram obesos e IL1 positivos foram 70 por cento mais propensos a vivenciar a progressão da doença periodontal do que os que não apresentavam esses fatores de risco.

“Este estudo fornece mais evidência de que pacientes obesos e de sobrepeso com IL-1 positivo serão beneficiados em caso de acompanhamento dentário mais intensivo”, disse Mark B. Carbeau, CEO da Interleukin Genetics. “Com base nestas descobertas estamos incluindo ferramentas expandidas de educação e compromisso para esta população de alto risco em nosso produto”, ele acrescentou.

O estudo foi conduzido na Universidade de Boston na Escola de Medicina Dentária Henry M. Goldman com a colaboração da Interleukin Genetics, uma empresa de ciências da vida especializando-se na genética da inflamação crônica. Ela desenvolve e comercializa uma linha de testes genéticos para doenças crônicas e condições relacionadas à saúde, como o PerioPredict, um teste genético de suscetibilidade à doença periodontal apresentado ao mercado em 2013.

O estudo, intitulado “Influence of obesity on periodontitis progression is conditional on IL-1 inflammatory genetic variation”, foi publicado on-line em 19 de Agosto na revista Journal of Periodontology, uma publicação oficial da Academia Americana de Periodontologia.

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?