Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

A odontologia e a varíola dos macacos

Embora autoridades de saúde mundo afora afirmem que “o risco de varíola para o público é atualmente muito baixo com base nas informações disponíveis”, os casos da doença viral, que podem se espalhar por gotículas respiratórias a curta distância, vêm aumentando em vários países, incluindo o Brasil. O Brasil já é o terceiro país com mais casos de varíola dos macacos do mundo, como divulgado recentemente na imprensa.

Lesões intra-orais da varíola dos macacos

A erupção pode aparecer primeiro na face com lesões intraorais

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CPDC dos EUA), em um resumo da situação em 12 de julho passado, instaram os profissionais de saúde nos EUA a “estar alerta para pacientes com erupções cutâneas consistentes com varíola, independentemente de terem viajado ou fatores de risco específicos para varíola e independentemente do sexo ou orientação sexual”.

A erupção cutânea dolorosa e profunda geralmente aparece primeiro no rosto com possíveis lesões intraorais antes de se espalhar para outras partes do corpo.

Linfadenopatia, febre, dor de cabeça, exaustão e dores musculares são sintomas iniciais comuns que se manifestam antes do aparecimento das lesões. Porém, muitos casos agora estão se apresentando sem os primeiros sintomas semelhantes aos da gripe e apenas com lesões aparecendo em áreas específicas do corpo.

Dentistas podem ajudar a reduzir a propagação do vírus

O risco de transmissão da varíola dos macacos em consultórios odontológicos é baixo, porém dentistas e equipes odontológicas podem tomar medidas agora para minimizar a propagação do vírus:

  • Estar ciente que a varíola dos macacos pode ser transmitida por gotículas respiratórias a curta distância e por meio de contato pessoal.
  • Manter-se informado sobre os casos em sua comunidade, inclusive por meio do departamento de saúde pública local.
  • Triagem de pacientes e funcionários adequadamente.
  • Usar os EPIs necessários.

A California Dentistry Association lembra aos dentistas que todos os indivíduos em consultórios odontológicos devem continuar usando máscaras faciais em conformidade com as práticas para redução da transmissão do COVID-19.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fonte: Dental practices can reduce the spread of monkeypox through awareness, screening and infection control

Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Sugestões de leitura

Câncer bucal: o dentista pode ser o primeiro a detectar

Quando vamos ao dentista, geralmente buscamos resolver um problema dental que esteja nos incomodando, obter uma limpeza dental ou melhorar a estética dos...

Você sabe o que é política de atendimento?

O sucesso de um consultório odontológico passa por muitas etapas relevantes. Uma das mais importantes é a construção de uma política de atendimento...

Você sabe o que é teleodontologia?

Já pensou na oportunidade de estar mais próximo do seu paciente? A teleodontologia é uma inovação que cai nas graças dos profissionais, proporcionando...

É possível fazer marketing automatizado para um consultório odontológico?

Atraia e Retenha Pacientes com Marketing Automatizado no Seu Consultório Odontológico Para se manter relevante frente à concorrência, é essencial encontrar formas inteligentes...

Descubra 7 razões para acreditar na automação para o seu consultório

A eficiência de um consultório odontológico passa por muitos pontos importantes. Um dos investimentos possíveis é a contratação de ferramentas de automação. Elas...

Magnificação na Odontologia Moderna: Abrindo Caminhos para Precisão e Conforto

Hoje vamos abordar  um assunto muito importante na odontologia moderna: a magnificação. É incrível como essa tecnologia tem se mostrado um aliado indispensável,...