Oil pulling de óleo de coco reduz gengivite

O estudo-piloto incluindo 60 adolescentes com idades entre 16 e 18 anos, com gengivite induzida por placa, dos quais metade realizou o oil pulling com óleo de coco além de sua rotina de higiene oral durante um período de 30 dias, enquanto que o restante funcionou como grupo controle.

Exame Oral no momento basal e nos dias 1, 7, 15 e 30 verificou que ambos os índices gengivais e placa declinaram significativamente. Os pesquisadores observaram uma redução constante tanto das placas e dos valores do índice gengival logo após uma semana de terapia. Além disso, eles observaram uma diminuição de 50 por cento desses valores em quatro semanas, o que é comparável à diminuição produzida pela clorexidina. Em contraste com a clorexidina, no entanto, nenhuma alteração do paladar e da coloração dos dentes, que são efeitos colaterais comuns de longo-prazo com uso de clorexidina, foram relatados no grupo teste.

Um número de estudos tem mostrado que o oil pulling ou swishing reduz gengivite. Em 2007, por exemplo, o oil pulling com óleo de girassol foi achado para reduzir a placa bacteriana e os índices gengivais após 45 dias. No entanto, esse estudo é o primeiro a investigar os benefícios do óleo de coco a este respeito.

Até hoje, o mecanismo pelo qual o oil pulling funciona não é totalmente compreendido. Segundo os pesquisadores, seu efeito diminuidor da placa poderia ser atribuído as forças mecânicas de cisalhamento que podem reduzir a aderência da placa bacteriana. Outra explicação possível é a composição do óleo de coco. Ele contém 92 por cento de ácidos saturados, com aproximadamente 50 por cento dos quais é ácido láurico, que tem provado efeitos anti-inflamatórios e antimicrobianos. O interessante é que, o leite materno é a única outra substância que ocorre naturalmente com essa grande concentração de ácido láurico, os pesquisadores disseram. Eles concluíram que maiores estudos sobre os efeitos e potencial antimicrobiano do óleo de coco são necessários para verificar essas hipóteses.

O estudo, intitulado “Efeito do óleo de coco na placa dental relacionada à gengivite – Um relatório preliminar”, foi publicado na edição de março/abril da Nigerian Medical Journal. O estudo foi realizado na Faculdade de Odontologia da Kannur na Índia.​

Sugestões de leitura

Morsicatio buccarum

Morder a parte interna da boca: o que causa esse hábito?

Mordeduras na parte interna da boca podem causar lesões na mucosa.  É um comportamento repetitivo e compulsivo.  Pode resultar em sangramento, inflamação e...

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?