Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Respingos de instrumentos rotativos durante cirurgia bucal aumentam o risco de infecção

Estudo inédito da Faculdade de Odontologia da Universidade de Minnesota examinou os padrões de contaminação por respingos criados por instrumentos rotativos e de irrigação durante cirurgias bucais. O estudo observou que os respingos de instrumentos rotativos podem espalhar gotículas de fluidos corporais, aumentando o risco de infecção para profissionais e pacientes.

Como o estudo foi realizado

O estudo envolveu um experimento com manequins nos consultórios de cirurgia oral e maxilofacial da Universidade de Minnesota. Os pesquisadores simularam a extração cirúrgica de quatro molares em quadrantes diferentes com um operador e um assistente com quatro combinações de operações: solução salina com broca autoirrigável, água oxigenada com broca autoirrigável, solução salina com irrigação manual ou peróxido de hidrogênio com irrigação manual.

Resultados

O estudo descobriu que a maior presença de respingos ocorreu no tórax do paciente, seguido do protetor facial do auxiliar. A proteção facial do operador também ficou respingada, assim como as máscaras faciais e os cantos da sala cirúrgica.

A diferença entre a irrigação assistida e as brocas autoirrigáveis ​​foi marginalmente significativa, mas constatou-se que o uso de peróxido de hidrogênio como irrigante em vez de solução salina aumentou a área de respingos de gotículas.

O que o estudo sugere

Os resultados do estudo sugerem que os respingos de instrumentos rotativos podem ser um importante fator de risco para a transmissão de infecções durante a cirurgia oral. O uso de peróxido de hidrogênio como irrigante parece aumentar ainda mais o risco de infecção.

Os resultados desse estudo fornecem informações importantes para melhorar a segurança na cirurgia bucal. Os profissionais de saúde devem estar cientes do potencial de respingos durante a cirurgia e tomar medidas para reduzir o risco de infecção.

Recomendações

Com base nos resultados do estudo, os autores recomendam as seguintes medidas para reduzir o risco de infecção durante a cirurgia oral:

  • Use irrigação manual em vez de brocas autoirrigáveis.
  • Use solução salina em vez de peróxido de hidrogênio como irrigante.
  • Use equipamentos de proteção individual, incluindo máscaras faciais, viseiras e luvas.

Próximos passos

Os autores sugerem que estudos adicionais sejam realizados para investigar os efeitos dos irrigantes e dos métodos de irrigação na carga viral e na estabilidade da superfície dos vírus.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fontes: First-of-its-kind splatter study examines infection control during oral surgery, Splatter generated by oral surgery irrigation and its implication for infection control, First-of-its-kind splatter study examines infection control during oral surgery, Estudo inédito examina o controle de infecções durante cirurgia oral

Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Sugestões de leitura

Aplicações da Inteligência Artificial na Odontologia

A inteligência artificial (IA) já é uma realidade na odontologia, que pode crescer muito nos próximos anos, com muitos benefícios.

Pacientes em uso de Ozempic: quais cuidados o dentista deve ter

Quais cuidados o dentista precisa ter antes da realização de procedimentos com anestesia que exijam sedação profunda

Arma Promissora Contra o Câncer de Boca

A hesperidina, um composto natural, pode ser uma alternativa promissora para o tratamento do câncer de boca, com efeitos colaterais mínimos.

Novo teste para câncer de boca: mais simples, preciso e acessível

Conheça o novo teste que promete o diagnóstico rápido do câncer bucal e que poderá ser realizado na clínica ou consultório odontológico

Broto de bambu: esperança natural contra a cárie dentária?

Cárie dentária é uma preocupação constante para a saúde bucal. Felizmente, pesquisas recentes lançam luz sobre uma possível solução natural para este problema:...

Osteoporose e falha de implante dentário

O artigo traz novas informações para responder à pergunta: pacientes com osteoporose podem apresentar maior risco de falhas em implantes dentários?