Tratamentos eficazes para o Covid-19: atualizações

A ciência tem acelerado o ritmo na busca por tratamentos eficazes para o Covid-19.
O sintoma que mais preocupa é aquele da síndrome respiratória aguda grave .
Os cientistas buscam incansavelmente tratamentos preventivos e terapêuticos eficazes para o Covid-2019 .
Há um grande número de pacientes infectados por essa doença no mundo todo. Os relatos que acompanhamos nos noticiários dos últimos dias nos falam da gravidade do momento que vivemos.
São muitas as pesquisas que vêm sendo conduzidas na busca por um ou mais medicamentos que possam frear essa pandemia.

Tratamentos eficazes para o Covid-2019 – a busca dos pesquisadores

Atualmente, não existem tratamentos eficazes para o Covid-2019 .  Busca-se um conhecimento maior sobre a virologia desse novo coronavírus.
Todo esse esforço científico tem feito surgir um número significativo de medicamentos com potencial de tratamento.

Um deles é o Remdesivir , que possui uma atividade in vitro potente contra o SARS-CoV-2. No entanto, ainda não é aprovado pela FDA dos dos EUA. Ou seja, não foi ainda liberado para uso com essa finalidade.
Atualmente, o Remdesivir vem sendo utilizado em estudos randomizados.
Já o Oseltamivir (Tamiflu) não demonstrou eficácia .
Os corticosteróides atualmente não são recomendados .

As evidências clínicas atuais não suportam a interrupção de inibidores da enzima de conversão da angiotensina.
E também não de bloqueadores dos receptores da angiotensina em pacientes com Covid-19.

Cloroquina e o novo Coronavírus

Seja uma vacina ou um medicamento, são várias as tentativas de se obter tratamentos eficazes para o Covid-19.

O problema é que, na pressa, os pesquisadores não conseguem seguir com tranquilidade os protocolos habituais das pesquisas científicas.

Assim são feitas afirmações que só podem ser tomadas como provisórias.
Tendo em vista a precariedade de dados conclusivos, são muitas as contestações.
Uma delas se tornou rapidamente popular. É a de que a cloroquina poderia ser eficaz no tratamento de pacientes graves com coronavírus. Essa informação surgiu inicialmente a partir de relatos de médicos chineses.

A partir de então, muitos pesquisadores vêm realizando pesquisas com o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina no tratamento do Covid-19. Inclusive no Brasil.
Porém, ainda não se tem resultados conclusivos .
Nesse meio tempo, a polêmica continua muito presente. O que mais vemos são opiniões contra e a favor do uso e da adoção dessa medicação como um dos tratamentos eficazes para o Covid-19.

Remdesivir

A maior esperança atual na busca de tratamentos eficazes para o Covid-19 tem um nome: Remdesivir .
Remdesivir é um medicamento antiviral utilizado no tratamento de doenças como MERS, Ebola e em fase de testes para o Covid-19.

Nos EUA, pacientes com Covid-19 participantes de um estudo estão recebendo Remdesivir e vem se recuperando rapidamente.

A maioria deles tendo retornado para casa em poucos dias após o início da terapia.

São pacientes que fazem parte de um ensaio clínico com o Remdesivir que apresentaram sintomas respiratórios graves e febre.

Eles conseguiram em sua maioria deixar o hospital após menos de uma semana do início do tratamento .

Isso é o que assegurou um dos médicos responsáveis pela pesquisa.
Esse estudo está sendo conduzido por médicos ligados à Universidade de Chicago.

O Covid-19 é uma doença que pode causar pneumonia grave e síndrome do desconforto respiratório agudo em alguns pacientes.

A totalidade dos dados relativas ao estudo com Remdesivir precisará ser analisada para se chegar a conclusões.

Existem iniciativas em muitos centros de pesquisa mundo afora em busca de um tratamento realmente eficaz para essa doença.
O remdesivir é até esse momento atual o fármaco mais promissor .

Fonte: Jama Network , CNN

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?