Vem aí: tratamento da Periodontite sem antibióticos

Tratamento da periodontite sem antibióticos

Direcionado, eficiente e com poucos efeitos colaterais: um novo método de combate à periodontite pode tornar supérfluo o uso de antibióticos de amplo espectro.

Foi desenvolvido e testado pela primeira vez por uma equipe da Martin Luther University Halle-Wittenberg (MLU), do Instituto Fraunhofer para Terapia Celular e Imunologia IZI e Periotrap Pharmaceuticals GmbH.

O objetivo é neutralizar apenas as bactérias que causam a periodontite, poupando bactérias inofensivas.

O estudo foi publicado no Journal of Biological Chemistry.

Periodontite

A periodontite é uma inflamação bacteriana comum das gengivas. Conforme o Estudo de Saúde Oral da Organização Mundial de Saúdequase 10% da população global é afetada por uma forma grave da doença, que pode levar à perda de dentes e aumentar o risco de outras doenças, como Alzheimer e doenças cardiovasculares.

Os problemas de tratar periodontite com antibióticos

Até agora, o tratamento envolveu principalmente o uso de antibióticos de amplo espectro que atacam todas as bactérias na boca. No entanto, isso tem algumas desvantagens: “Um efeito colateral do tratamento é que ele também destrói todas as bactérias inofensivas ou benéficas da cavidade oral. Além disso, as bactérias podem desenvolver resistência aos antibióticos”, observa o Dr. Mirko Buchholz da Periotrap Pharmaceuticals, que liderou o novo estudo ao lado do professor Milton T. Stubbs, biotecnologista da MLU.

Descoberta importante para o tratamento da periodontite

Os pesquisadores, portanto, procuraram uma maneira de erradicar apenas as bactérias nocivas da boca.

Uma equipe do Departamento de Projeto de Drogas e Validação de Alvos do Fraunhofer IZI em Halle desenvolveu uma substância teste que ataca a glutaminil ciclase, uma enzima específica na bactéria que desempenha um papel especial no seu metabolismo.

A inativação dessa enzima prejudica a bactéria e, idealmente, nenhuma periodontite pode se desenvolver. Para testar sua eficácia, os pesquisadores uniram forças com as Clínicas de Medicina Dentária da Universidade de Bern, a Universidade Jagiellonian em Cracóvia e a Universidade de Louisville no Kentucky (EUA). Eles descobriram que a nova substância suprime com sucesso o crescimento de bactérias patogênicas.

A nova substância que dispensa o uso de antibióticos

A nova substância em teste tem uma característica especial: só atua sobre as bactérias nocivas. “Nosso alvo, a glutaminil ciclase, vem em duas variantes diferentes.

Normalmente, as plantas e as bactérias têm uma variante da enzima e os mamíferos outra. As duas variantes funcionam de maneira semelhante, mas diferem significativamente em sua estrutura.

Surpreendentemente, as bactérias que desencadeiam a periodontite possuem a variante mamífera da enzima. “Isso é crucial para nossa abordagem porque nos dá um alvo possível, de modo que apenas eliminamos as bactérias patogênicas e deixamos as inofensivas intactas“, disse Mirko Buchholz.

Para minimizar possíveis efeitos colaterais com antecedência, a equipe comparou a enzima bacteriana com a variante humana.”

Mais estudos e uma ótima perspectiva para o futuro

O estudo dos pesquisadores fornece evidências iniciais de que a abordagem funciona essencialmente. Ele agora deve ser ajustado em estudos adicionais e testado em ensaios clínicos subsequentes. Portanto, pode levar alguns anos antes que a pesquisa de Halle se torne uma droga comercializável.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis.Software e no twitter @Dentalisnet

Fontes:  Periodontal disease: Patent for new treatment methodMammalian-like type II glutaminyl cyclases in Porphyromonas gingivalis and other oral pathogenic bacteria as targets for treatment of periodontitis

Sugestões de leitura

Aparelho de cerâmica

Aparelhos de cerâmica: Prós e Contras

Os aparelhos cerâmicos realinham, ajustam e endireitam os dentes da mesma forma que os aparelhos metálicos tradicionais.  No entanto, os aparelhos cerâmicos têm...

Patógeno da periodontite e a conexão com a doença de Alzheimer

Um estudo investigando o papel do Treponema denticola (T. denticola) na patogênese da doença de Alzheimer foi apresentado por Zhiqun Tang do Hospital...

Esclerose múltipla e extrações dentárias

A esclerose múltipla costuma causar fadiga extrema e dificuldades físicas que podem tornar desafiador ao paciente cuidar de sua saúde bucal. Como resultado,...

Mais eficientes na redução da placa e da inflamação gengival

Novo estudo com pacientes com periodontite revela que escovas interdentais e palhetas interdentais de borracha são mais eficientes na redução da placa e...

Crianças com aftas, o que fazer?

As aftas geralmente são úlceras rasas, brancas, cinzas ou amareladas com borda vermelha que podem durar até duas semanas. Algumas pessoas as confundem...

Diabetes pode enfraquecer os dentes e favorecer a cárie dentária

Diabetes, enfraquecimento dos dentes e cáries Pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 são propensas a cáries dentárias, e um novo estudo...

Que tal você se juntar aos nossos clientes e se tornar um case de sucesso também?