Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Perda de dentes e diabetes eleva risco de demência

A perda de dentes associada ao diabetes apresenta maior incidência em pessoas da terceira idade.

Pessoas com diabetes e perda de dentes correm maior risco de declínio cognitivo em ritmo mais rápido e pior função cognitiva. É o que demostraram resultados de uma análise prospectiva de 12 anos.

O estudo foi publicado no Journal of Dental Research em 12 de março de 2023.

Nossas descobertas ressaltam a importância do atendimento odontológico e do controle do diabetes para adultos idosos na redução dos custos pessoais e sociais devastadores da doença de Alzheimer e outras demências relacionadas”, disse Bei Wu, vice-reitora de pesquisa da NYU Rory Meyers College of Nursing e co- diretor da NYU Aging Incubator, bem como o principal autor do estudo.

Fator de risco importante para a demência

O diabetes é um fator de risco conhecido para declínio cognitivo e demência.

Acredita-se que várias das características do diabetes – alto nível de açúcar no sangue, resistência à insulina, inflamação e doenças cardíacas relacionadas – contribuam para mudanças no cérebro.

Um crescente e consistente número de pesquisas revelou uma conexão semelhante entre problemas de saúde bucal, particularmente doenças gengivais, perda de dentes e comprometimento cognitivo e demência.

Como o diabetes, a inflamação desempenha um papel fundamental na doença gengival e esses processos inflamatórios podem contribuir para o declínio cognitivo.

Além disso, gengivas doloridas e falta de dentes podem dificultar a mastigação, levando a mudanças na dieta que podem resultar em deficiência nutricional.

A deficiência nutricional, que também pode ser agravada pela intolerância à glicose e sensibilidade à insulina no diabetes, é outro fator de risco de comprometimento cognitivo e demência.

Tudo conectado

Má saúde bucal, diabetes e declínio cognitivo estão todos conectados e estamos começando a entender como eles podem influenciar e exacerbar um ao outro”, disse a pesquisadora Wu.

Embora o diabetes e a falta de dentes sejam fatores de risco para demência, poucas pesquisas se concentraram nos efeitos do somatório de ambas no curso do declínio cognitivo.

A pesquisa

Para resolver essa lacuna, Wu e seus colegas recorreram ao Estudo de Saúde e Aposentadoria da Universidade de Michigan, analisando 12 anos de dados (2006-2018) do estudo longitudinal para observar mudanças cognitivas ao longo do tempo.

Os pesquisadores incluíram 9.948 idosos agrupados por idade (65 a 74, 75 a 84 e 85 anos ou mais) em sua análise. O Estudo de Saúde e Aposentadoria incluiu medidas de memória e função cognitiva, avaliadas a cada dois anos, juntamente com perguntas sobre perda de dentes, diabetes e outros fatores demográficos e de saúde.

Nesta análise, os pesquisadores estavam particularmente interessados ​​em idosos que perderam todos os dentes.

As descobertas

Eles descobriram que adultos mais velhos com idade entre 65 e 84 anos com diabetes e perda total de dentes tinham uma função cognitiva pior do que seus colegas sem nenhuma das duas condições.

Com o tempo, os idosos de 65 a 74 anos com diabetes experimentaram declínio cognitivo acelerado, e aqueles de 65 a 84 anos sem nenhum dente também experimentaram declínio cognitivo acelerado, mas os idosos de 65 a 74 anos com diabetes e perda total de dentes apresentaram maior rapidez no declínio cognitivo.

A relação entre diabetes, perda de dentes e declínio cognitivo foi inconclusiva para adultos com 85 anos ou mais, o que pode ser explicado por esse grupo ter maior comprometimento cognitivo geral, sendo potencialmente mais saudável (já que indivíduos não saudáveis ​​podem ter menos probabilidade de sobreviver em idades superiores aos 80 anos), ou talvez ter mais experiência no controle do diabetes.

Resumindo

Para idosos com problemas de saúde bucal e diabetes, os pesquisadores enfatizam a importância de visitas regulares ao dentista, adesão ao tratamento do diabetes e autocuidado para controlar os níveis de açúcar no sangue e exames cognitivos com médicos neurologistas.

O acesso a atendimento odontológico para adultos mais velhos, especialmente aqueles com diabetes, é fundamental, e os profissionais de saúde devem educar seus pacientes sobre a conexão entre saúde bucal e cognição”, afirmou a pesquisadora Wu.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware, no Facebook @Dentalis. Software, e no Twitter @Dentalisnet

Fontes: Diabetes, Edentulism, and Cognitive Decline: A 12-Year Prospective Analysis, Diabetes, Tooth Loss Can Be Double Trouble for Aging Brains, Diabetes and toothlessness confers higher dementia risk in elderly: Study

Conheça como o Dentalis pode ajudar o seu consultório

Sugestões de leitura

Diabetes e doença gengival – a conexão

Estudos recentes reforçam a constatação de que diabetes e doença periodontal, como periodontite, estão diretamente ligados.

Câncer de cabeça e pescoço: detecção por teste de urina

Novo e revolucionário teste de urina que possibilita a detecção precoce de fragmentos de DNA característicos de células cancerígenas

Fio ou fita dental: qual é a melhor para sua higiene dental?

Fio ou fita dental são essenciais à rotina diária de limpeza dos dentes. Mas afinal, qual devo escolher? Qual é melhor para você?

Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que isso aconteça.

Remédios para asma podem fazer mal à saúde bucal?

Remédios para asma podem em maior ou menor grau trazerem problemas à sua saúde bucal. Saiba o que fazer e como evitar que...

As impressoras 3D estão revolucionando a odontologia. Conheça suas aplicações e os benefícios para dentistas e pacientes.

Impressoras 3D na odontologia: uma revolução em curso

As impressoras 3D estão revolucionando a odontologia. Conheça suas aplicações e os benefícios para dentistas e pacientes.

Cientistas desenvolvem um novo teste para detecção precoce do câncer oral que não requer o uso de biópsias.

Detecção do câncer oral – novo método

Hoje quero compartilhar com vocês uma descoberta incrível na área da odontologia.Vocês sabiam que o câncer oral representa cerca de 90% dos casos...