Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

    Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

    Uma nova e preocupante notícia para os fumantes

    Como se o câncer de pulmão, enfisema e doenças cardíacas não fossem suficientes, existem novas e também más notícias para os fumantes.

    Pesquisadores da Escola de Odontologia da Case Western Reserve University descobriram que fumar também enfraquece a capacidade da polpa dentária no combate a doenças.

    Em outras palavras, os fumantes têm menos mecanismos de defesa no interior de seus dentes.

    “Isso pode explicar por que os fumantes têm menos resultados endodônticos e atraso na cicatrização do que os não-fumantes”, disse Anita Aminoshariae, professora associada de endodontia e diretora de endodontia. “Imagine o TNF-? E o hBD-2 estão entre os soldados em uma última linha de defesa que fortifica um castelo. Fumar mata esses soldados antes que eles tenham a chance de montar uma defesa sólida.”

    Os resultados do estudo foram publicados no Journal of Endodontics.

    A pesquisadora Aminoshariae afirmou que até o momento haviam poucos estudos sobre os efeitos endodônticos do tabagismo – o interior dos dentes. Os fumantes apresentaram resultados piores do que os não fumantes, com maiores chances de desenvolver doença gengival e quase duas vezes mais chances de necessitar de tratamento de um canal radicular.

    Metodologia da pesquisa

    Trinta e dois fumantes e 37 não fumantes com pulpite endodôntica – mais comumente conhecido como inflamação do tecido dental – foram incluídos no estudo.

    “Começamos com uma olhada na polpa dentária dos fumantes em comparação com os não-fumantes”, disse ela. “Nós projetamos que as defesas naturais seriam reduzidas nos fumantes; não esperávamos é que elas se esgotassem completamente.”

    Um achado interessante, observou Aminoshariae, foi que, para dois pacientes que pararam de fumar, essas defesas retornaram.

    Juntando-se a Aminoshariae no estudo estavam os ex-alunos Caroline Ghattas Ayoub e Mohammed Bakkar; os membros do corpo docente Tracey Bonfield, Catherine Demko, Thomas A. Montagnese e Andre K. Mickel; e pesquisa Santosh Ghosh – todos da Faculdade de Odontologia da Case Western.

    Fonte: Case Western Reserve University

    Deixe seus dados para receber mais conteúdo no futuro

      Você toparia ter uma teleconsulta com um dentista para um atendimento inicial? SimNão

      Sugestões de leitura

      Novo Antibiótico: Uma Inovação Promissora para a Odontologia

      Hoje falaremos sobre uma descoberta que pode revolucionar o tratamento das infecções odontológicas. Recentemente, foi desenvolvido um novo antibiótico que representa um avanço...

      Um elixir que pode combater a periodontite: conheça o elixir de Matcha.

      Hoje vamos conversar sobre uma descoberta que pode contribuir para o tratamento da periodontite.Vocês já ouviram falar do elixir oral de Matcha? Pois...

      Gel de lidocaína: uma técnica anestésica útil para a terapia periodontal não cirúrgica

      Hoje compartilharemos com vocês uma descoberta interessante na área da odontologia. Recentemente um estudo publicado no Journal of Periodontology destacou a eficácia do gel...

      Bruxismo e TEPT: Ranger os dentes pode ser sinal de estresse pós-traumático

      Hoje vamos compartilhar com vocês algumas informações interessantes sobre um tema que pode afetar muitas pessoas: o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e...

      Magnificação na Odontologia Moderna: Abrindo Caminhos para Precisão e Conforto

      Hoje vamos abordar  um assunto muito importante na odontologia moderna: a magnificação. É incrível como essa tecnologia tem se mostrado um aliado indispensável,...

      Odontologia restauradora: solução Inovadora para Dentes Pilares Não Paralelos

      No dinâmico cenário da odontologia, um avanço significativo surge para enfrentar um desafio persistente enfrentado por pacientes e profissionais: dentes pilares não paralelos....